lpm-peugeot-3008-800x100
O meu diário: Orgulho | Região de Leiria

O meu diário: Orgulho

Helena Vasconcelos, médicahml.vasconcelos@gmail.com

Helena Vasconcelos, médica hml.vasconcelos@gmail.com

O Orgulho é um sentimento enorme que nos faz inchar o peito e levantar a crista. Assim mesmo como um peru. Põe tudo cá para cima contrariando a força da gravidade, mesmo em raparigas que já ultrapassaram a barreira dos 50 anos. Foi assim que fomos ao Centro Cultural de Belém receber o prémio BPI sénior. Estou a falar da Atlas, da ONGD pela qual dou a cara. E não foram só os 24 658 euros que recebemos (olha lá para mim a dar uma de importante), mas sobretudo o reconhecimento que os nossos voluntários e os nossos parceiros merecem. Tenho tanto orgulho nesta gente anónima e abnegada que dá o melhor de si em prol dos outros, que nem um peru gordo em vésperas de Natal me consegue bater em altivez. Eles (os voluntários) entregam refeições, afetos, fazem jardinagem, compras, mudanças, levam a consultas e o mais que pedirmos. Vão comprar fruta e levar, vão cantar os parabéns e cânticos de Natal, vão dar banho aos idosos e tudo o que for preciso. Arranjam televisões, reparam eletrodomésticos, escrevem cartas de reclamações e de agradecimentos. Tudo parece simples para esta gente, tudo tranquilo, tudo favorável! Geralmente fazem parte dos que não têm tempo, que têm mil e uma coisas para fazer. É quase sempre assim, o empenho e o entusiamo faz duplicar as horas do dia e é vê-los nas associações de pais, nos clubes da terra, na catequese, no escutismo, nas associações ambientalistas ou de defesa dos animais. Gente desta é que devia dar workshops de “como fazer tudo sem tempo para nada”.

Eles andam por aí, por Coimbra, Leiria e Marinha Grande e se calhar alguns deles são vossos amigos, conhecidos e família. Se calhar também costumam ir almoçar ou jantar aos restaurantes que nos apoiam, se calhar conhecem algumas empresas que nos dão alento para continuar. Quando virem esta gente digam-lhes que assim é que é, que assim é que deve ser, contem-lhes do meu orgulho neles e que o dinheiro que ganhamos é para os projetos da Atlas, mas que o reconhecimento e o simbolismo são todos para eles. E digam-lhes ainda, em meu nome, em vosso nome e em nome de um mundo melhor, que lhe estamos gratos por serem assim, digam obrigado.

(Texto publicado na edição de 6 de outubro de 2016)

Deixe um comentário

DDinis-MREC-14-03_curso-intensivo

Pergunta da Semana

Os pais que recusam vacinar as crianças devem ser responsabilizados criminalmente?

Loading ... Loading ...
Capa-Regiao-de-Leiria-edicao-4179-de-20-abril-2017.jpg
Twitter RSS

Escreva-nos

foxyform
Região de Leiria
Newsletter Powered By : XYZScripts.com