lpm-peugeot-3008-800x100
Hotel de charme nasce na quinta do Barão do Salgueiro | Região de Leiria

Hotel de charme nasce na quinta do Barão do Salgueiro

Imagina-se a dormir no quarto de um barão? Pode acontecer e em breve. O solar da Quinta do Barão do Salgueiro, em Santa Catarina da Serra, está a ser recuperado e vai ser transformado em hotel de charme.

Proprietário quer manter traços do edifício e valorizar património da Quinta do Salgueiro

Proprietário quer manter traços do edifício e valorizar património da Quinta do Salgueiro

O projeto é de um empresário de Fátima que adquiriu a casa há mais de uma década, a descendentes da família do Barão do Salgueiro, e pretende ter o projeto concluído dentro de um ano.

O hotel, com a classificação de quatro estrelas, terá 10 quartos, onde está incluída a suite presidencial, bar, restaurante (aberto ao público), piscina e spa. Além da recuperação do imóvel, cujos trabalhos decorrem há vários meses e ocupam uma área de construção de aproximadamente 1.500 m2, será ainda construída uma nova ala no edifício com um traço mais moderno.

O investimento, cujo valor o empresário Joel Marques prefere não revelar, conta ainda com a recuperação de alguns anexos para salas de reuniões e convívio. “Quero manter o máximo possível a estrutura da casa e a pedra e madeira usadas na habitação. Nem tudo será possível de manter mas vou procurar valorizar ao máximo este património, pela importância histórica que tem para a região”, adianta.

Próximo de Fátima, Joel Marques sabe que dificilmente terá a obra concluída até à vinda do Papa Francisco a Fátima, em 2017, mas salienta que não é essa a sua prioridade.

Classificado como Monumento de Interesse Municipal (MIM) em maio de 2014, a casa pertenceu ao 2.º Barão do Salgueiro, José de Albergaria (1838-1915). Governador civil do distrito de Leiria, que residia no largo Cândido dos Reis, Terreiro, e deslocava-se a Santa Catarina da Serra com regularidade. Calcula-se que a casa seja de 1881, segundo uma inscrição existente na porta Norte da habitação. Contudo, existe outra data gravada numa das rochas das janelas da cave - 1713, o que levanta dúvidas sobre se corresponde a uma habitação anterior à casa do Barão ou se terá sido uma rocha levada para ali, como refere Vasco Jorge Rosa da Silva em “Símbolos, datas e inscrições na Quinta do Salgueiro”.

Marina Guerra (texto)
marina.guerra@regiaodeleiria.pt
Joaquim Dâmaso (fotografia)
joaquim.damaso@regiaodeleiria.pt

(Artigo publicado na edição de 20 de outubro de 2016)

Deixe um comentário

DDinis-MREC-14-03_curso-intensivo

Pergunta da Semana

A vinda do papa Francisco a Fátima justifica uma decisão do Governo em dar tolerância de ponto no dia 12 de maio?

Loading ... Loading ...
Fwd:
Twitter RSS

Escreva-nos

foxyform
Região de Leiria
Newsletter Powered By : XYZScripts.com