lpm-peugeot-3008-800x100
O meu diário: Trump | Região de Leiria

O meu diário: Trump

Helena Vasconcelos, médica hml.vasconcelos@gmail.com

Helena Vasconcelos, médica hml.vasconcelos@gmail.com

Serei mexicana, serei imigrante e serei fanática europeia. Tenho fé que o homem se modere, ou alguém o modere, ou em última instancia alguém o medique

Atónita! A palavra é essa: atónita com a vitória do Trump. Incrédula, estupefacta! Será que é possível existir gente tão absurda que vote numa criatura destas? Tive de me beliscar, mas ele ganhou. E não foi assim por uma nesga: machista, absurdo, prepotente, ridículo, mas ganhou. Homessa, quem votou nesta aventesma? Um bando de texanos com botas à cowboy e mais quem? Votaram muitos, mesmo muitos. Senti-me insultada. Insultada por ser mulher e ter um parvalhão à frente da maior potência mundial.

Ao contrário de muitos (sobretudo intelectuais europeus) sou fã da terra das oportunidades, gosto da informalidade dos americanos, da forma como levam a sério procedimentos, protocolos, de como são pragmáticos. Do ponto de vista científico, e mais propriamente da medicina são sem dúvida os melhores. Têm problemas culturais mas não os tenho como povo racista, dado que são o somatório de tanta raça que lá foi parar. Como podem eleger o Obama e depois o Trump?

Pela primeira vez desejo que a Merkel o meta na linha. Pela primeira vez deposito na Merkel uma infinita esperança. Rezo para que saiba defender as mulheres como seres humanos válidos e não apenas objecto de embelezamento e adorno. Serei mexicana, serei imigrante e serei fanática europeia. Tenho fé que o homem se modere, ou alguém o modere, ou em última instância alguém o medique.

E já agora se precisarem podemos exportar presidentes para lá. Qualquer um dos nossos daria 5-0 ao Trump. Viva o presidente Marcelo!

(Texto publicado na edição de 17 de novembro de 2016)

Uma resposta para “O meu diário: Trump”

  1. nelsonjpedrosa diz:

    A sério que tem essa opinião do homem? Ou melhor, a sua opinião não é sua é a mesma que a 'esquerda' regressiva se limita a vomitar sem concretizar nada específicamente. Das duas uma, ou está a penas a despejar preconceitos repassados pela grande media e é apenas mais uma comentadeira ou então está apenas mal intencionada. O que me aborrece nestes "comentaristas" é que nem se dão ao trabalho de analizar minimamente nada e dar uma opinião que o seja de facto. O Trump tem muito por onde se pegar, tanto pela positiva como pela negativa. Este tipo de comentários são meramente racistas e preconceituosos. Qual é o problema de haver pessoas no Texas que gostem de usar botas de cowboy? Esse é também um dos problemas de Hillary Clinton (entre centenas de outros), que é considerar uma grande maioria dos americanos um 'cesto de deploráveis'. Esta opinião só por si, torna-a inqualificável para ser presidente. Em boa verdade o argumento mais ouvido em favor de Hillary era o facto de ser mulher, como se a raça, religião, género, etc… fossem por si só uma 'qualidade' relevante.

Trackbacks/Pingbacks


Deixe um comentário

DDinis-MREC-14-03_curso-intensivo

Pergunta da Semana

Os pais que recusam vacinar as crianças devem ser responsabilizados criminalmente?

Loading ... Loading ...
Capa-Regiao-de-Leiria-edicao-4179-de-20-abril-2017.jpg
Twitter RSS

Escreva-nos

foxyform
Região de Leiria
Newsletter Powered By : XYZScripts.com