Assinar
Cultura

Câmara de Óbidos investe 1,6 milhões em Praça da Criatividade

A câmara de Óbidos vai investir 1,6 milhões de euros na requalificação de uma das entradas da vila medieval, onde uma bomba de gasolina e antigos celeiros vão dar lugar à Praça da Criatividade.

A câmara de Óbidos vai investir 1,6 milhões de euros na requalificação de uma das entradas da vila medieval, onde uma bomba de gasolina e uns antigos celeiros vão ser transformados na Praça da Criatividade.

Antigos celeiros da EPAC receberam em 2010 intervenções do Junho das Artes

“Os antigos celeiros da EPAC vão ser transformados num Armazém de Ideias ” disse à agencia Lusa o presidente da câmara, Telmo Faria, que prevê arrancar com a obra “ainda este trimestre”.

A requalificação transformará os celeiros – que durante décadas albergaram as oficinas municipais – em dois espaços multiusos, com capacidade para 400 pessoas cada.

A obra vai respeitar a traça original dos edifícios onde serão feitas adaptações acústicas ao nível das coberturas e acrescentadas novas tecnologias de iluminação.

“Serão espaços destinados à apresentação de novas ideias criativas e à realização de eventos, conferências e colóquios”, explica o autarca.

O projeto incluiu também a criação de uma ‘Creative box’ (Caixa criativa), no antigo quartel dos bombeiros, vocacionada para a apresentação de projetos de instalação desenvolvidos no próprio local e para a instalação de negócios de base criativa.

“Será quase como um pólo da incubadora de empresas do Convento das Gaeiras, permitindo instalar mais uma dezena de novos empreendedores no concelho” afirma o autarca.

A terceira área de intervenção será centrada no espaço público com a deslocalização das atuais bombas de gasolina para outro local, para “fazer junto à Pomba [uma escultura de José Aurélio] uma grande praça, com esplanadas, e onde, durante os eventos realizados na vila, se poderão montar tendas para diversas atividades”, adianta o presidente.

A obra resulta de uma candidatura à REC – Rede Economias Criativas, aprovada pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Centro, com a qual Telmo Faria prevê assinar nas próximas semanas o protocolo de financiamento.

“Queremos no início de junho realizar já no Armazém das Ideias a conferência final do URBACT [programa comunitário em que o município está a desenvolver um projeto europeu de Clusters Criativos em Territórios de Baixa Densidade]”, acrescenta o presidente do município.

A obra que terá que estar concluída até final de 2013 será complementada com a requalificação de outra entrada da vila, junto ao posto de turismo, e com a construção de habitações criativas em edifícios recuperados no centro histórico.

“Este ano vamos arrancar com cinco casas e submeter a sua atribuição a jovens famílias com projetos inovadores a um júri que fará a seleção das candidaturas”, conclui o autarca.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.