Assinar Edições Digitais
Sociedade

Morreu Gonçalves Sapinho, ex-presidente da Câmara de Alcobaça

O antigo presidente da Câmara Municipal de Alcobaça Gonçalves Sapinho morreu hoje, aos 73 anos, numa unidade hospitalar de Lisboa.

O antigo presidente da Câmara Municipal de Alcobaça Gonçalves Sapinho morreu hoje, aos 73 anos, numa unidade hospitalar de Lisboa.

Gonçalves Sapinho, que estava a receber tratamento a uma doença pulmonar, era actualmente presidente da Assembleia Distrital de Leiria do PSD.

O funeral do antigo autarca está marcado para amanhã, sábado, em São Martinho do Porto, sendo antecedido de missa no Mosteiro de Alcobaça, às 17 horas.

O social-democrata foi presidente da Câmara de Alcobaça durante 12 anos, deputado na Assembleia Constituinte e na Assembleia da República e fundador da Associação Nacional de Freguesias.

“Conheci o dr. Gonçalves Sapinho logo em 1974, na origem do PPD”, disse à agência Lusa o presidente da Distrital de Leiria do partido, Fernando Costa, sublinhando “a perda de um grande autarca e lembrando a sua “dimensão educacional”, que evidenciou enquanto director do Externato Cooperativo da Benedita.

Formado em Direito, Gonçalves Sapinho foi membro do conselho de jurisdição nacional do PSD e chegou a ser secretário da Mesa da Assembleia da República.

“Há que fazer um lamento profundíssimo perante a morte de alguém que tocou fortemente o município e o concelho”, disse à Lusa o actual presidente da Câmara de Alcobaça, Paulo Inácio, destacando as funções autárquicas que desempenhou.

Para além de presidente da Câmara, Gonçalves Sapinho foi presidente da Assembleia Municipal de Alcobaça e da Assembleia de Freguesia da Benedita.

Lusa