Assinar Edições Digitais
Necrologia

Morreu o democrata que deixou uma marca em Marrazes

Liderou a Junta de Marrazes entre 1994 e 1997 e deixou marca na freguesia: António José Joaquim colaborou no processo de instalação do Museu Escolar, impulsionou o lançamento da ZICOFA e foi fundador da AMITEI, entre outros contributos, como a criação do Parque Ecológico, projeto entretanto abandonado. O antigo presidente da junta faleceu na semana passada, aos 71 anos, de morte súbita, mas deixa um incontornável legado.

Liderou a Junta de Marrazes entre 1994 e 1997 e deixou marca na freguesia: António José Joaquim colaborou no processo de instalação do Museu Escolar, impulsionou o lançamento da ZICOFA e foi fundador da AMITEI, entre outros contributos, como a criação do Parque Ecológico, projeto entretanto abandonado. O antigo presidente da junta faleceu na semana passada, aos 71 anos, de morte súbita, mas deixa um incontornável legado.

António José Joaquim

“Foi uma pessoa que passou para marcar. Teve um papel importantíssimo na freguesia. À época teve uma intervenção muito grande”, recorda a atual líder da junta, Isabel Afonso, eleita pelo PS, tal como António José Joaquim, sargento aposentado da Força Aérea que era conhecido por “MFA”, pelo seu envolvimento no 25 de Abril.

“Ele era militar e tinha um grande amor à causa da revolução. Era um democrata”, recorda a autarca, que se lembra de António José Joaquim, natural e residente nos Marinheiros, como “uma pessoa sempre simpática e afável, mas discreto. Era um homem de bem”.

A ação do antigo presidente de junta define boa parte daquilo que hoje é Marrazes. “Ele iniciou uma quantidade de coisas que ainda hoje se mantêm e que são indiscutivelmente de grande utilidade pública”, sublinha Isabel Afonso, que desconhece se a população tem noção do trabalho do seu antecessor.

“Ele merece ficar recordado numa das ruas da freguesia, sobretudo numa dos Marinheiros. Já falei aqui na junta disso e esse assunto não vai ficar descurado”, promete a presidente.

(Notícia publicada na edição de 31 de agosto de 2012)

ML