Select Page

Pensamentos avulsos: O pensamento crítico

Pensamentos avulsos: O pensamento crítico
Cláudio Tereso, técnico de informática claudio@claudiotereso.com

As crianças são como esponjas no que toca a informação. Absorvem e acreditam em tudo o que se lhes diz, mesmo as coisas mais bizarras e é por isso importante ensiná-las a pensar e a questionar.

Já existe uma disciplina focada em ensinar estas competências a crianças, mas teima em não vingar nas nossas escolas primárias, o que é uma pena. Falo da filosofia para crianças, uma disciplina onde as crianças são “convidadas” a dialogar sobre temas complexos. Além disso, a filosofia para crianças também ensina valores morais o que a torna a candidata natural para substituir a ultrapassada formação religiosa.

Noutro extremo, temos os idosos, vitimas constantes de burlões que com muita facilidade os convencem a entregar-lhes os seus valores. Temos neste momento várias universidades seniores no distrito. Alguma delas fornece formação em pensamento crítico? Estou certo que além de útil, despertaria muita curiosidade.

No meio, estamos nós, os que já abandonaram uma ponta e vamos a caminho da outra. Também nós temos de estar atentos, a sociedade moderna é complexa e um espírito atento e crítico é fundamental.

Mas enquanto o pensa­mento crítico não vai à sociedade, que se dê o inverso, e é nesse espírito que se vai realizar este sábado na biblioteca da Nazaré uma conferência sob o tema “realidade ou ficção” onde o protagonista vai ser o pensamento crítico.

(texto publicado a 2 de novembro de 2012)

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Pergunta da Semana

A carregar

Concorda que a Agência Mundial Antidopagem tenha proibido a Rússia, durante quatro anos, de participar em todas as competições desportivas globais?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Publicidade

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo