Select Page

Crónica irregular: A casa de Eça de Queiroz

Crónica irregular: A casa de Eça de Queiroz

O grande escritor Eça de Queiroz, para quem não fez de Leiria a sua cidade, entre os anos de 1870 e 71, onde escreveu talvez o romance que mais o marcou “O Crime do Padre Amaro”. Eça de Queiroz foi administrador do concelho de Leiria. Esta pequena introdução vem a propósito de ter passado há dias pela travessa da Tipografia e ter mostrado a um amigo, perplexo, uma pequena laje, sobre uma carcomida porta onde se lê “Eça de Queiroz viveu nesta cidade e nela escreveu parte da sua obra entre 1870-1871 (homenagem do Rotary Club de Leiria)”! Assim mesmo! Ali estava a casa de Eça de Queiroz, só que o pequeno andar estava fechado, degradado e sem condições de habitabilidade! Mais um mono entre os muitos desocupados no cada vez mais desertificado centro histórico de Leiria!

Ao lado temos o recente Centro Cívico inaugurado batizado com o nome de Eça de Queiroz! Ali funcionam várias atividades sociais num edifício que apesar de não ter qualquer enquadramento arquitetónico com o edificado da zona, acaba por ter ligação histórica com a casa onde viveu o escritor, na mesma rua! A pergunta é simples: então o Município não tem meios para conseguir adquirir o andar do prédio da travessa da Tipografia e tornar aquele pequeno local um espaço cultural, com algum do espólio e biblioteca de Eça de Queiroz e abrir ao público a casa onde viveu o romancista?

(texto publicado a 16 de maio de 2013)

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Primeira Página

Publicidade

Publicidade

Pergunta da semana

A carregar

Concorda com a legalização da canábis para fins medicinais?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

O Tempo

-1° Humidity: 100%
Clouds: 90%
Wind(S): 12kph
névoa
Terça-feira
-1°
Quarta-feira
-3° -9°
Quinta-feira
-6°
Sexta-feira
-4°
Sábado
11°

Região de Leiria no Facebook

Subscrição de newsletter

Share This