Select Page

Operação Marquês: Grupo Lena diz que CM cometeu crime e quer ser ressarcido

Operação Marquês: Grupo Lena diz que CM cometeu crime e quer ser ressarcido

O presidente executivo do Grupo Lena Joaquim Paulo da Conceição considerou hoje que o Correio da Manhã cometeu um crime ao noticiar alegadas citações suas no processo Operação Marquês, que diz serem “absurdas e mentirosas”.

Joaquim Paulo Conceição durante a conferência de imprensa

“Mentiras absurdas e inventadas não é jornalismo. É crime e têm de ser punidas”, disse em conferência de imprensa Joaquim Paulo da Conceição depois de o jornal ter hoje titulado em primeira página: “presidente do Lena confessa subornos a Sócrates”, “Grupo Lena procurou apoio político através de Sócrates a quem pagava”.

“Vamos pedir (o grupo Lena) para sermos ressarcidos dos danos causados”, acrescentou o presidente do grupo de Leiria (na conferência de imprensa que pode ser conferida aqui) , depois de ter negado categoricamente que, no âmbito do processo da Operação Marquês, tenha feito pagamentos ao ex-primeiro-ministro para conseguir negócios para as suas empresas, questionando mesmo “os objetivos desta construção mentirosa”.

A Operação Marquês conta com 18 arguidos, incluindo José Sócrates, que esteve preso preventivamente mais de nove meses, e que está indiciado por fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais e corrupção passiva para ato ilícito.

 

Lusa

 

Responder

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Primeira página

Pergunta da semana

A carregar…

Concorda com as novas limitações à plantação de eucaliptos?

Obrigado por participar!
Já respondeu a esta pergunta.
Escolha uma das opções.


O TEMPO

24° Humidity: 78%
Clouds: 1%
Wind(W): 6kph
névoa
Quinta-feira
24° 24°
Sexta-feira
31° 22°
Sábado
34° 28°
Domingo
35° 26°
Segunda-feira
32° 25°
Terça-feira
27° 20°
Quarta-feira
27° 19°

Facebook RL