Select Page

Leiria ganha novo canil. Marinha Grande e Batalha abrem até final do ano

Leiria ganha novo canil. Marinha Grande e Batalha abrem até final do ano

A cerca de um ano da entrada em vigor da legislação que impede o abate de animais errantes como forma de controlo da população, várias alterações vão acontecer nos canis municipais da região.

Há novas instalações, ampliação de espaços e até a construção de um dog park. As campanhas de adoção e sensibilização também serão mais frequentes.

Leiria será talvez o concelho onde vão surgir mais mudanças. Porque “o atual espaço não tem capacidade de responder às exigências da legislação, apesar das melhorias que tem sofrido desde 2009”, o município “decidiu avançar com a construção de novas instalações”. Desconhece-se o valor do investimento e o local onde vai nascer a nova “casa de acolhimento” dos animais, mas o projeto deverá constar do Orçamento da autarquia para o próximo ano.

Desde o dia 27 de setembro que o canil deixou de admitir animais para abate e, para responder à nova legislação, a autarquia prevê que a esterilização dos animais adotados no canil seja feita em clínicas ou hospitais veterinários do concelho, através de protocolos, ainda antes de 2018.

Esta é uma das alterações da lei nº 27/2016, de 23 de agosto. “Os animais acolhidos pelos Centros de Recolha Oficial (CRO) de animais que não sejam reclamados pelos seus detentores no prazo de 15 dias, a contar da data da sua recolha, presumem -se abandonados e são obrigatoriamente esterilizados e encaminhados para adoção”, com divulgação em plataformas informáticas.

Já este ano, a Câmara de Leiria espera ter em atividade uma página online, “com informações úteis e com o propósito de agilizar a adoção”. Serão ainda realizadas campanhas de esterilização, prevenção de maus-tratos, abandono dos animais, vacinação e adoção responsável em diferentes pontos do concelho de Leiria.

Outra das novidades para os patudos de Leiria passa pela criação de um parque canino, onde a população pode levar os seus cães para sessões de treino e obediência mas também para momentos de descontração. A localização ainda não está definida mas prevê-se que se estabeleça junto do percurso Polis, local de maior afluência de donos e canídeos.

Espaço pedagógico
Até ao final de 2017, a Câmara da Batalha prevê iniciar as obras com a “implantação de um edifício destinado a canil/gatil municipal numa parcela onde funcionou uma ETAR”, nas Brancas, freguesia da Batalha. O projeto, no valor de 118 mil euros, está em fase final de adjudicação e a empreitada terá a duração de 120 dias.

Com um número reduzido de ocorrências na Batalha, o canil estará apto para albergar 30 animais (cães e gatos) e vão existir condições de acesso e de visitação por escolas, “num espaço que se pretende pedagógico”. A requalificação prevê uma zona abrigada e outra com abertura para o exterior, onde os animais também podem praticar exercício.

Em ponto mais avançado está o CRO da Marinha Grande. Concluído, encontra-se em fase de arranjos exteriores e edificação do apoio administrativo.

A expectativa é que comece a funcionar ainda em 2016, apesar do executivo ter anunciado que a atividade teria início em agosto de 2015. “Questões de ordem funcional atrasaram o funcionamento do CRO”, justificam, reforçando que atualmente é preocupação “implementar o funcionamento do CRO”. Manifesta ainda disponibilidade para envolver a Associação de Proteção de Animais da Marinha Grande (APAMG) na promoção do bem estar animal, nomeadamente na busca de finais felizes para os patudos recolhidos.

Voluntariado proveitoso
Com 28 animais em processo de acolhimento, o Canil Municipal da Nazaré vai realizar obras e deverá em 2017 ter capacidade para albergar o dobro dos animais.

Desde 2014 que não se efetuam abates no canil da Nazaré, salvo por condicionantes médicas, a única razão pela qual se poderá proceder ao abate de animais a partir de 2018. E, por decisão do atual executivo, refere a autarquia ao nosso jornal, “o canil está desde 2015 a acolher e esterilizar animais abandonados para posterior adoção”. “O município tem realizado um grande investimento para garantir as melhores condições possíveis e a existência de todo o material para garantir esta opção política”, dá conta.

Neste processo, a colaboração em regime de voluntariado do GRUVA (Grupo de Voluntários do Canil/Gatil do Município da Nazaré) tem sido fundamental. A divulgação dos animais existentes para adoção, a procura de adotantes e o acompanhamento diário aos bichos é feita pelo GRUVA. “Tem sido uma relação muito profícua, e da parte deste município tudo será feito para que a relação seja cada vez mais interativa e aprofundada. Os resultados desta interação têm sido francamente proveitosos, com a adotação de muitos animais e dando melhores condições aos que ficam no canil. É fantástico verificar que ainda existem cidadãos que arregaçam as mangas, em regime de voluntariado, numa questão tão nobre como esta”, considera fonte da autarquia.

Em Alcobaça, o Centro de Recolha Animal foi inaugurado em abril, em Bárrio, e acolhe até 25 animais, numa colaboração resultante com o Grupo Amigos dos Peludinhos de Alcobaça (GAPA), com todas as condições exigidas pela nova legislação.

Quanto aos restantes municípios, em Porto de Mós não existe canil, no Bombarral foi anunciada este mês a intenção de construir uma infraestrutura. Em Ourém fora anunciado que as obras iam arrancar em junho de 2015, o que não se verificou. Até ao fecho desta edição não foi possível obter um esclarecimento por parte da autarquia de Ourém.

Marina Guerra
marina.guerra@regiaodeleiria.pt

1 Comentário

  1. Magda Gama

    FINALMENTE LEIRIA ACORDOU!! ALELUIA! !

    Reply

Responder

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Primeira página

Pergunta da semana

A carregar…

Concorda com as novas limitações à plantação de eucaliptos?

Obrigado por participar!
Já respondeu a esta pergunta.
Escolha uma das opções.


O TEMPO

18° Humidity: 93%
Clouds: 1%
Wind(NNE): 12kph
névoa
Terça-feira
18° 18°
Quarta-feira
28° 21°
Quinta-feira
31° 22°
Sexta-feira
31° 25°
Sábado
26° 21°
Domingo
27° 18°
Segunda-feira
30° 20°

Facebook RL