Select Page

PJ de Leiria detém três pessoas suspeitas de corrupção, burla e extorsão

PJ de Leiria detém três pessoas suspeitas de corrupção, burla e extorsão

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Leiria, deteve ontem, terça-feira, três pessoas suspeitas da prática de crimes de corrupção ativa e passiva, burla qualificada e extorsão.

Em nota de imprensa, a PJ informa que, no âmbito de inquérito da responsabilidade do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), desencadeou uma ação policial que culminou na execução de 13 buscas domiciliárias e no cumprimento de três mandados de detenção emitidos pela autoridade judiciária competente.

Desta operação resultou a detenção de um homem, chefe do Corpo da Guarda Prisional, e duas mulheres, sem ocupação laboral definida, acrescenta a PJ.

Segundo o comunicado, os três, “em conjugação de esforços e vontades com um recluso que cumpre pena no Estabelecimento Prisional de Leiria, contribuíram decisivamente para a consumação de sucessivos crimes de burla qualificada, obtendo enriquecimento ilegítimo por meio de engano incutido em número significativo de vítimas”.

Preso desde o mês de setembro de 2015, “o recluso, com 30 anos, reformado, deu continuidade à atividade ilícita que já desenvolvia em liberdade, selecionando e contactando as vítimas através de telemóveis com acesso à internet, introduzidos clandestinamente no Estabelecimento Prisional, para as convencer de que tinham incorrido na prática de atos ilícitos ou no incumprimento de obrigações de diferente natureza”.

A PJ explica ainda que, “argumentando com alegado dever de pagamento imediato de coimas ou multas, o recluso compelia as vítimas a procederem ao depósito de quantias de montante variável em contas bancárias tituladas por pessoas da sua confiança”.

Desta operação foram ainda constituídos mais dez arguidos, presumíveis coautores ou cúmplices da prática criminosa, incluindo um guarda prisional principal.

“No decurso da investigação a Polícia Judiciária contou com relevante colaboração de responsáveis da Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais”, acrescenta.

Os detidos, com idades compreendidas entre os 25 e os 55 anos, irão ser presentes às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Uma primeira informação divulgada ainda na tarde de ontem, pela agência Lusa, dava conta da detenção de dois elementos do corpo da guarda prisional no Estabelecimento Prisional de Leiria suspeitos de corrupção, segundo fonte da Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais.

O mesmo não se verificou e, em comunicado, a PJ deu conta que das três pessoas detidas, apenas uma fazia parte do corpo da guarda prisional. O outro estará entre os arguidos.

Lusa

 

Responder

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Primeira página

Pergunta da semana

A carregar…

Concorda que a morada de residência seja um dos critérios prioritários de colocação nas escolas públicas?

Obrigado por participar!
Já respondeu a esta pergunta.
Escolha uma das opções.


O TEMPO

30° Humidity: 55%
Clouds: 75%
Wind(WSW): 13kph
nuvens quebrados
Quinta-feira
30° 25°
Sexta-feira
23° 21°
Sábado
19° 17°
Domingo
26° 18°
Segunda-feira
29° 21°
Terça-feira
30° 22°
Quarta-feira
32° 23°

Facebook RL