Select Page

Detidos na operação ‘Punho Cerrado’ conhecem medidas de coação sexta-feira

Detidos na operação ‘Punho Cerrado’ conhecem medidas de coação sexta-feira

Dez dos 17 detidos na operação ‘Punho Cerrado’, levada a efeito na terça-feira nos distritos de Leiria, Lisboa, Coimbra e Santarém, conhecem na sexta-feira as medidas de coação decretadas pelo Tribunal de Leiria.

Os dez detidos, no cumprimento de mandados de detenção fora de flagrante delito, estiveram hoje durante todo o dia a ser ouvidos pelo juiz de instrução do Tribunal de Leiria, sob medidas especiais de segurança, depois de passarem a noite em diferentes esquadras do Comando da PSP de Leiria.

A inquirição deverá terminar ao início da noite de hoje, mas as medidas de coação só serão divulgadas na sexta-feira, após o despacho do juiz.

Durante as diligências efetuadas na operação ‘Punho Cerrado’ foram detidas outras sete pessoas, seis por posse de munições e armas brancas e de fogo ilegais e uma por posse de produto estupefaciente. Estes detidos foram libertados depois de prestarem termo de identidade e residência.

Em nota de imprensa, o Comando Distrital da PSP de Leiria adiantou que, na sequência do cumprimento de dez mandados de detenção fora de flagrante delito, da realização de cerca de 50 buscas domiciliárias e de cerca 20 buscas não domiciliárias a empresas e estabelecimentos de restauração e diversão noturna, foram detidas 17 pessoas.

“As detenções foram efetuadas maioritariamente na zona de Leiria e Coimbra, sendo dois detidos do sexo feminino e 15 do sexo masculino, com idades compreendidas entre os 20 e os 64 anos”, refere ainda a nota de imprensa.

A operação levou também à apreensão de vários objetos, nomeadamente, armas de fogo e munições, soqueiras, bastões extensíveis, produto estupefaciente (haxixe), mais de 28 mil euros em numerário, automóveis, computadores, tablets, uma arma elétrica (taser), e diversa documentação “com importantes elementos de prova”.

Na operação policial, que contou com o apoio dos Comandos da PSP de Coimbra, Santarém, Lisboa, Aveiro, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Portalegre e Setúbal, estiveram empenhados cerca de 260 elementos policiais, a maioria da estrutura de investigação criminal da PSP, equipas do Grupo de Operações Especiais, equipas do Corpo de Intervenção, binómios do Grupo Operacional Cinotécnico, elementos do Departamento de Segurança Privada e elementos da Secção Digital Forense.

“A PSP acredita que, com estes resultados, contribuiu fortemente para o aumento da segurança das áreas de diversão noturna na região de Leiria”, conclui o comunicado.

Agência Lusa

1 Comentário

  1. Ezequiel Jordão

    Um dos detidos neste operação é um individuo conhecido por "Bébé". Conhecido e temido pelos polícias e pelos comerciantes, especialmente com negócios à noite.
    Um jornal como o Região de Leiria não precisa de publicar a notícia da Lusa, igualzinha à de todos os jornais e rádios porque pode, deve, tem o dever e devia ter o orgulho de dar a notícia com enfoque nos aspetos localmente mais relevantes. Em Leiria prender o Bébé é MUITÍSSIMO mais importante que a polícia deter "17 pessoas", pelo que representa de segurança dos clientes dos bares e discotecas da região de leiria.

    Reply

Responder

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Primeira página

Pergunta da semana

A carregar…

Concorda com as novas limitações à plantação de eucaliptos?

Obrigado por participar!
Já respondeu a esta pergunta.
Escolha uma das opções.


O TEMPO

25° Humidity: 78%
Clouds: 1%
Wind(W): 6kph
névoa
Quinta-feira
25° 25°
Sexta-feira
32° 22°
Sábado
34° 28°
Domingo
35° 26°
Segunda-feira
32° 25°
Terça-feira
27° 20°
Quarta-feira
27° 19°

Facebook RL