Select Page

O meu diário: Rogério Fanha

Helena Vasconcelos

Helena Vasconcelos

Médica

hml.vasconcelos@gmail.com

O que mais me incomoda na morte é que no dia seguinte o Sol nasça indiferente. Há quem diga que assim é que tem de ser. Aquele chavão habitual da andorinha e da Primavera. Mas a mim faz-me diferença que não haja solidariedade e o Sol fique pelo menos ausente (eclipsado) durante algumas horas e que o trânsito mantenha o mesmo fluxo matinal. Depois dos funerais a vida tem de continuar! Por mim não! Podíamos parar todos para pensar. Isso é que era! Fora do bulício dos abraços, dos choros e dos queixumes. Parávamos para pensar o que fazemos por cá e o que fizemos hoje que valeu a pena ter nascido.

Morreu o Rogério, o doutor Rogério, o militar Rogério, o colega Rogério, o amigo Rogério, o filho e o pai Rogério e o marido da enfermeira Sílvia.

E nós estivemos lá todos, pequenos, cada um a pensar nele, na sua família, na nossa família, no seu mundo, no nosso mundo.

O Rogério era um homem grande e tenho a convicção que todos os homens grandes são bons. Tinha um sorriso rasgado e essa foi a principal razão pela qual aquele corpo que estava ali a receber-nos não parecia o nosso Rogério.

Correto, o Rogério. Pacífico, o Rogério. Tolerante e controlado, como um médico tem de ser. Lembro-me de algumas aflições que partilhamos e as palavras de conforto que me atirou discretamente que isto de sermos sentimentalões não é coisa que pratiquemos em medicina.

E foi embora assim sem mais nem menos. Deixou assim as suas meninas. Já que o Sol nasceu no dia seguinte espero que tenhamos a sensatez de o recordar com aquele sorriso rasgado, por vezes maroto de quem está sempre a vencer na vida. Que aprendamos, como dizia o capelão da Base Área, durante a missa em sua memória, a não deixar cafés por tomar com os nossos amigos. Até sempre Rogério! Afinal a pancreatite sempre era litiásica.

(Artigo publicado na edição de 18 de abril de 2019)

2 Comentários

  1. Afonso

    Grande Médico, com M grande.
    Grande Homem, com H grande.
    Grande Amigo, com A grande.
    Grande SER HUMANO com tudo grande!!!
    Vou lembrar sempre uma acção que teve numa missão de serviço, que poucos ou nenhuns teriam, nem eu talvez.
    Vou lembrà-lo sempre, porque graças a ele tenho uma saúde melhor.
    Um dia vamo-nos encontrar novamente.
    Até um dia Dr Fanha.

    Responder
  2. Eu um camarada

    Obrigado pela partilha, como é tão verdade….

    Responder

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Guia do Fim de Semana


Subscreva o nosso guia e descubra as melhores propostas culturais e de entretenimento disponíveis na região

Obrigado! Subscreveu com sucesso o nosso guia de fim de semana.

Guia do Fim de Semana


Subscreva o nosso guia e descubra as melhores propostas culturais e de entretenimento disponíveis na região

Obrigado! Subscreveu com sucesso o nosso guia de fim de semana.

Share This