Select Page

Passageiro do tempo: Daily smart food

José Manuel Silva

José Manuel Silva

Professor/gestor do ensino superior

Já muito se disse sobre a decisão de se passar a não servir carne de vaca nos refeitórios da Universidade de Coimbra. De facto, a medida parece maximalista, carecida de legitimidade social e cultural e estranhamente deslocada, sobretudo quando se pensa que na mesma instituição não se travam práticas académicas absurdas e obsoletas, que estimulam hábitos de vida irracionais e atentatórios da saúde de todos.

Não acredito que quem tomou a decisão o tenha feito de ânimo leve e num arrobo ecologista de neófitos recentemente eleitos, pelo contrário, a decisão deve ter sido maduramente ponderada e cirurgicamente anunciada, no início de um novo ano letivo, a semanas das eleições legislativas e quando soam trombetas em todo o mundo para chamar a atenção para a tragédia climática.

Só pode mesmo tratar-se de um golpe publicitário de grande eficácia, que pegando numa questão muito sensível no mundo contemporâneo a torna notícia nacional, põe toda a gente, redes sociais, comunicação social e mesmo a imprensa internacional a falar da Universidade de Coimbra, a mais antiga do país, a mais tradicionalista, de repente transformada na ponta de lança da luta contra as alterações climáticas.

Numa altura em que as universidades têm de lutar para vender o seu produto, necessitam recrutar mais estudantes, cada vez mais além-fronteiras, sabendo-se como os temas ecológicos vendem e o público que interessa às universidades está maduro para esta causa, não terá sido difícil antecipar o impacto que uma medida destas ia gerar, sem nada alterar no imediato, se calhar mesmo no futuro, mas com um potencial de divulgação imenso a custo zero.

Melhor do que pagar pela publicidade é ser notícia. Se vai haver ou não bitoque logo se verá, mas que a Universidade de Coimbra fez pela vida e marcou muitos pontos no campeonato da divulgação, não resta nenhuma dúvida.

(Artigo publicado na edição de 26 de setembro de 2019)

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share This