Select Page

Passageiro do tempo: Joacine

José Manuel Silva

José Manuel Silva

Professor/gestor do ensino superior

Em meia dúzia de dias tornou-se popular, foi eleita deputada, e pôs todo o país a falar dela por não ser habitual juntarem-se as três características – ser mulher, negra e gaga – numa mesma pessoa, que vai exercer um cargo político de inegável importância.

Mulher é um primeiro atributo que ainda está em desvantagem na política; negros, em Portugal, são quase sempre sinónimo de profissionais com baixas qualificações, empregos precários e mal remunerados e em número bem reduzido na política; finalmente, cidadãos com limitações de qualquer espécie são ainda mais escassos no meio político, situação que transcende em muito o universo da representação parlamentar.

Por tudo isto é de saudar a sua chegada à Assembleia da República, embora logo se tenha feito soar um coro de críticas sobre as ideias que expressou durante a campanha, muitas de cariz étnico, ao mesmo tempo que as redes sociais foram invadidas por toda a espécie de vídeos humorísticos explorando as suas dificuldades discursivas e expressões resultantes da gaguez que, claramente, se acentua em determinadas situações.

Deixando o politicamente correto, é natural que muitos lhe contestem as ideias e mais ainda se riam com os vídeos até porque a gaguez sempre foi pasto para piadas de toda a espécie, à semelhança do que acontece com todos os que têm uma característica qualquer que os torna alvo fácil da ironia, da chacota ou até da humilhação.

Não conheço o seu pensamento político nem a sua competência técnica, mas uma coisa é certa, a contestação, o riso e a paródia são aqui apenas a espuma do momento, o que importa é que sendo mulher, negra e gaga afrontou todas as limitações e preconceitos ainda arreigados em muitos sectores da sociedade portuguesa e tornou-se um ícone destas eleições e quiçá da legislatura. Portugal precisa de mais pessoas assim na política.

Artigo publicado na edição de 17 de outubro de 2019 do REGIÃO DE LEIRIA

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *