Centro de testes em Pombal entrou em funcionamento no início da semana.
Foto: Joaquim Dâmaso

Portugal regista hoje 409 mortos associados à covid-19, mais 29 do que na quarta-feira, e 13.956 infetados (mais 815), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

O relatório da situação epidemiológica, com dados atualizados até às 24 horas de quarta-feira, indica que a região Norte é a que regista o maior número de mortos (224), seguida da região Centro (104), da região de Lisboa e Vale do Tejo (72) e do Algarve, com oito mortos. O boletim dá hoje conta de um óbito nos Açores.

Relativamente a quarta-feira, em que se registavam 380 mortos, hoje observou-se um aumento de 7,6% (mais 29).

De acordo com os dados da DGS, há 13.956 casos confirmados, mais 815, o que representa um aumento de 6,2% face a quarta-feira. Destes, 1.173 (menos 42) estão internados em unidades hospitalares, dos quais 241 em unidades de cuidades intensivos (menos quatro).

O número de casos recuperados subiu de 196 para 205.

No distrito, a Comissão Distrital da Proteção Civil de Leiria divulgou que até ontem, dia 8, foram identificados 178 casos positivos do novo coronavírus.

Pombal continua a ser o concelho onde se registam mais casos, 52, seguido de Leiria com 38 e Alvaiázere com 23. No sentido oposto, Castanheira de Pera é o único concelho do distrito onde não há qualquer caso confirmado de covid-19.

Relativamente ao número de óbitos, o balanço da CDPCL reporta nove mortes, oito em Pombal e uma em Porto de Mós.

Dados recolhidos pelo REGIÃO DE LEIRIA, e já divulgados, somam mais três mortes ao total divulgado pela Proteção Civil: uma no Bombarral, uma em Peniche e outra em Alvaiázere, concelho onde os casos positivos, segundo igualmente informação recolhida pelo REGIÃO DE LEIRIA, ultrapassam os 34 casos.

Em Alcobaça, o número de casos positivos também já é superior, após terem sido conhecidos os resultados dos utentes do lar de Turquel, onde 11 dos 37 idosos estão infetados com o novo coronavírus. Duas funcionárias que prestam serviço na instituição também testaram positivo.