Portugal registou mais sete óbitos (0,5%) nas últimas 24 horas devido a complicações associadas à Covid-19, elevando para 1.492 o total de mortes registadas desde o início da pandemia.

No entanto, o destaque do boletim diário da situação epidemiológica divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS) vai para o total de casos confirmados de infeção, 35.306, mais 421 do que ontem (um aumento de 1,2%), segunda-feira, contrariando a tendência de diminuição registada nos últimos dias.

O total de recuperações situa-se nos 21.339, mais 183 doentes recuperados desde ontem.

Encontram-se 394 doentes hospitalizados (mais 28 do que ontem), dos quais 65 em unidades de Cuidados Intensivos (mais dez).

A região de Lisboa e Vale do Tejo (13.608), onde se tem registado maior número de surtos, tem mais 386 casos de infeção (+2,9%).

Há mais onze casos de infeção na região

É o concelho de Caldas da Rainha que regista hoje o maior aumento de casos de infeção por coronavírus na região – cinco – o que eleva para 60 o total de casos confirmados.

Peniche, com dois novos casos, Pombal com mais três e Leiria com mais um são os restantes casos identificados pelas autoridades de saúde, nas últimas 24 horas, passando de 451 para 462 o total de casos positivos identificados desde o início da pandemia, em março.

Pelo segundo dia consecutivo o número de novos casos é de onze.

Os novos casos, no sul do distrito, continuam a ser influenciados pela situação que se regista na região de saúde de Lisboa e Vale do Tejo, e também pelos casos confirmados nos últimos dias.

A região tem 90 casos ativos.

A aumentar continuam também o número de doentes recuperados. Esta terça-feira há mais sete, totalizando em 324 os doentes que já recuperaram na região. Ourém tem mais cinco pessoas nessa condições (43 no total).

Fonte: Comissão Distrital de Proteção Civil de Leiria,
Comunidade Intermunicipal do Oeste e municípios

O número de óbitos mantém-se nos 28, com Pombal a ser o concelho onde se registaram mais mortes (dez).

Tal como ontem mencionámos, o balanço de dados na região poderá sofrer alterações nos próximos dias, uma vez que o boletim diário da situação epidemiológica em Portugal, divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS) continua a reportar menos casos nalguns municípios do distrito e mais noutros.

São disso exemplo os concelhos de Leiria – onde são sinalizados 106 casos no total, isto é mais 15 dos que os números avançados pelas autoridades locais, da Marinha Grande (mais três, num total de 20), de Figueiró dos Vinhos (mais dois, num total de nove), da Batalha (mais um, num total de oito).