Select Page

Passageiro do tempo: Fake news, bad news

O que é novo são os suportes que se utilizam, as redes sociais, que potenciam a mentira e o sucesso destas operações criminosas.

Quem nos emprega em Leiria?

Querem levar a cidade para a frente? Lutem por nos ter, porque muitos querem encabeçar o futuro de Leiria. Invistam nas propostas que têm para nós, que nós revitalizaremos o centro. Criem-nos postos de trabalho, que daqui a uns anos seremos nós a precisar de quem trabalhe connosco.

Outras opiniões…

Lobo Frontal: Paletes de paletes

“A instalação, em forma de ovo, com seis metros de altura por cinco de diâmetro, foi um sucesso, e acredito que Leiria nunca mais olhou para as paletes da mesma maneira”.

Tempo incerto: Pobres alunos do século XXI

A Escola é um dos instrumentos privilegiados para a inculcação de um modelo de pensamento único, sobretudo quando ao serviço de doutrinas totalitárias que visam a construção de um “homem novo”, de acordo com os seus princípios ideológicos.

O meu diário: Homenagem

Não me canso de repetir que um povo sem memória é um povo sem futuro. Que temos de educar para a história, para valorizarmos os feitos dos outros, as dificuldades que enfrentaram, respeitar o legado que nos deixaram.

Lobo Frontal: Ulmar, a frescura da região

A marca Ulmar foi, durante décadas, um grande símbolo de Leiria. Muito dificilmente voltará a existir um projecto empresarial regional, com um contacto tão constante, profundo e alargado junto das populações

Conversa de café

Uma vez ouvi um discurso em que um Almirante da Marinha Americana dizia que o primeiro passo para mudar o mundo é fazer a cama de manhã, porque é o primeiro objetivo feito do dia. Achei uma mensagem ótima, fez-me todo o sentido. E adivinhem? Não só tenho a cama por fazer, como ainda tenho uma pilha de roupa em cima dela.

Lobo frontal: A marca da música

A propósito do suplemento publicado pelo REGIÃO DE LEIRIA sobre as Bandas Filarmónicas do Concelho de Leiria, dei comigo a pensar que a Música bem poderia ser o mote para a nossa afirmação cultural

Lobo frontal: Ovos quadrados

Quis o destino que o meu gosto gastronómico por ovos se encontrasse com um fantástico case study de sucesso empresarial, que tem na sua base o alimento mais completo e rico da natureza.

Todos às urnas!

Leirienses, agora é a nossa vez. Daqui a uns dias, por todo o País, escolher-se-á quem queremos que lute pelos nossos direitos e encabece as nossas lutas. Agora é o momento de nos fazermos ouvir, de mostrarmos que nos importamos, que somos eternos insatisfeitos e que sabemos que, apesar de tudo aquilo que já conquistámos, ainda há muito mar para desbravar.

Internet: desejável ou que deixa a desejar?

  mariafranciscagama@hotmail.com   Há uns dias, quando me encontrava fora do país, procurei saber o que se passava em Leiria, fazendo uma leitura na diagonal das últimas notícias, que me iam aparecendo no feed do Facebook. Eis que, para além destas, encontrei um...

Lobo frontal: O azulejo PAN AM – Uma marca dos tempos

A recente notícia da possibilidade da classificação do Painel de Azulejo da PAN AM do Reguengo do Fétal como monumento fez-me recordar não só o trajecto semanal da minha infância e juventude, da Batalha para casa dos meus avós em Ourém, mas sobretudo um projecto da Câmara Municipal da Batalha em que tive a honra de participar, já lá vai uma década.

A Praça renasceu e está cada vez mais deliciosa!

MARIA FRANCISCA GAMA
Francisco Cunha, João Mello e João Sotto Mayor, todos na casa dos trinta e poucos anos, são os novos empreendedores, recém-chegados, diga-se de passagem, a Leiria. Instalaram-se na Praça Rodrigues Lobo, sem medos, e prometem ficar para fazer as delícias de todos aqueles que queiram experimentar a Hamburgueria da Baixa.

Lobo frontal: Começar a trabalhar numa indústria criativa

PEDRO OLIVEIRA

Sempre que tenho oportunidade aceito o convite para partilhar a minha experiência profissional em aulas abertas, com estudantes da área da comunicação, do marketing e do design. Faço-o com muito gosto e dá-me um imenso prazer este dar e receber.

As cinzas de Pedrógão Grande

Ontem, o ar, em Leiria, tornou-se mais difícil de respirar. As nuvens cinzentas, contrastando com o calor intenso que se fazia e se faz sentir, que, normalmente, é sinónimo de um sol radiante e de um céu limpo, trouxeram notícias trágicas.

Ser leiriense

MARIA FRANCISCA GAMA
Ser leiriense nem sempre foi algo que gritei a sete ventos: a flor da idade e a aspiração de conhecer algo maior, onde pudesse, imaginava eu, seguir todos os meus sonhos, de forma ilimitada, levaram-me a, durante alguns anos da minha adolescência, ter querido vir estudar para Lisboa. E vim.

Siga-nos

Primeira Página

Publicidade

Publicidade

Pergunta da semana

A carregar

O Governo português informou a União Europeia que quer manter a mudança de hora. Concorda?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Share This