A escolha por uma das duas salas, logo à entrada, decide a experiência: carta tradicional ou tapas e petiscos. O estilo mais formal domina a primeira, motivo para serem frequentes os pedidos de arroz de lagosta e bacalhau à lagareiro.

Do outro lado, a decoração informal da segunda sala, à velho Oeste, proporciona descontração para fazer circular porções de bochechas de bacalhau à bulhão pato e camarão à la aguillo. Em ambas há licença para explorar a imponente carta de bebidas que, assinada por Bruno Monteiro, vai dos vinhos às long drinks de autor, sem esquecer o whisky, tequila e gin.