Nasceu como mercearia e há mais de 60 anos que se mantém como paragem obrigatória. O produto artesanal que deu cognome ao estabelecimento continua disponível, assim como a proprietária, que agora supervisiona a gestão do filho e da nora. A regional morcela de arroz integra o topo da lista de petiscos, seguida pelo carapau levado à grelha. As carnes, todavia, não fazem por menos. Febra, entremeada, entrecosto e ainda lagartos de porco preto são parte das alternativas listadas. Para quem pretende demorar, a prensa do antigo lagar serve de cenário à refeição, sempre servida ao peso.