Assinar
Mercado

Os dias negros chegaram ao LeiriaShopping

Em Maio, as vendas do centro comercial da Sonae em Leiria pioraram 14% face ao mês homólogo e parte dos negócios navega agora abaixo dos objectivos.

Em Maio, as vendas do centro comercial da Sonae em Leiria pioraram 14% face ao mês homólogo e parte dos negócios navega agora abaixo dos objectivos.

Foto de Joaquim Dâmaso
Centro comercial foi inaugurado em 2010 (Foto de Joaquim Dâmaso)

Depois de uma facturação de 80 milhões de euros em 2010, acima dos planos da própria Sonae, os dias negros da crise chegaram ao LeiriaShopping – um grupo de lojistas em dificuldades reclama mesmo uma redução das rendas, alegando que estão desajustadas da conjuntura económica e que não reflectem o empobrecimento do país.

O abrandamento afecta, inclusivamente, algumas marcas internacionais e já depois de reverem pela negativa as suas expectativas para 2011.

Entre os pequenos retalhistas, começam a surgir fissuras. Fruto do exigente investimento inicial, do elevado custo de exploração e da facturação aquém do esperado. Muitos deles são de Leiria ou concelhos vizinhos (representavam 23% à data da inauguração). Há rendas em atraso e contam-se cinco desistências, com as fracções a passarem para as mãos de novos investimentos.

Mais informação na edição em papel de 1 de Julho de 2011.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.