Assinar Edições Digitais
Cultura

História da II Guerra Mundial “servida” em pratos no Armazém das Artes

Em Alcobaça estão em exposição 31 pratos fabricados entre 1939 e 1945 que sobreviveram ao tempo para contar episódios da historia da II Guerra Mundial.

“8 de Maio 1945. dia oficial da Vitória. Os alemães renderam-se sem condições no dia 7 de Maio, às 2 horas e 41 minutos”. Foi assim, num prato pintado a 10 de Maio daquele ano, que a Olaria de Alcobaça festejou o fim da II Guerra Mundial.

"Pratos de Guerra - Pratos de Paz" no Armazém das Artes

Aquele é um dos 31 pratos sobreviventes do precioso e clandestino serviço produzido pela histórica fábrica de Alcobaça, hoje encerrada e em ruínas.

A exposição “Pratos de Guerra – Pratos de Paz” recupera, no Armazém das Artes, essas peças que registam episódios da história da guerra de 1939-45.

Há também um lado político em “Pratos de Guerra – Pratos de Paz”, aponta o responsável do espaço de Alcobaça, José Aurélio: “Esta exposição, quase por acaso, acontece também numa situação de grande crise e tensão na Europa. Embora num outro registo, há um conflito que é quase a mesma coisa”.

A exposição pode ser visitada até 26 de Fevereiro de 2012. No Armazém das Artes também podem ser apreciadas as exposições “Eu, Silvino Villa Nova”, “Da válvula ao transistor” e aguarelas de Armando Menezes. A entrada é livre e o Armazém das Artes abre portas de segunda a sexta-feira (11-18 horas) e aos sábados e domingos (14-19 horas).

Faça aqui uma visita virtual a dois espaços do Armazém das Artes:

 

(fotografias: Joaquim Dâmaso)