Assinar
Mercado

Hotel presta tributo a Cister e aos amores de Pedro e Inês

Localizado nos Capuchos, na freguesia de Évora de Alcobaça, o novo hotel em construção, o Real Abadia – Congress & Spa Hotel, é um quatro estrelas com inspiração em Cister e nos amores de Pedro e Inês, cuja inauguração está marcada para março do próximo ano.

Localizado nos Capuchos, na freguesia de Évora de Alcobaça, o novo hotel em construção, o Real Abadia – Congress & Spa Hotel, é um quatro estrelas com inspiração em Cister e nos amores de Pedro e Inês, cuja inauguração está marcada para março do próximo ano.

O novo hotel está a ser construído na zona dos Capuchos

Com 26 quartos, duas suites júnior adaptadas a pessoas com mobilidade reduzida e quatro suites temáticas (dedicadas aos amores de Pedro e Inês, Romeu e Julieta, Adão e Eva, e D. Quixote e Dulcineia), o hotel tem ainda piscinas de interior e exterior, espaço de massagens, além de biblioteca e cozinha de autor que privilegiará os produtos locais.

A pensar no sector de negócios e conferências, a unidade hoteleira conta também com duas salas polivalentes para reuniões com capacidade para 70 pessoas, cada uma.

O investimento está calculado em 3,1 milhões de euros, teve a comparticipação do QREN no valor de 2,2 milhões de euros e vai criar 17 postos de trabalho diretos.

Segundo os promotores, Vítor e Carlota Leão, o hotel situa-se no “eixo estratégico para o turismo de Alcobaça”, ao lado do Convento dos Capuchos, junto ao Vale do Mogo (uma das candidaturas de Alcobaça às 7 Maravilhas Naturais de Portugal), próximo do Parque dos Monges, e perto do Mosteiro.

Os promotores basearam-se também no conhecimento e prática dos monges de Cister, não só para a arquitetura e decoração do espaço, como também para a criação de atividades dentro do hotel que fazem lembrar as tradições cistercienses.

(Notícia publicada na edição de 3 de agosto de 2012)

Artur Ledesma
artur.ledesma@regiaodeleiria.pt

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.