Select Page

Leiria atinge 5,5 graus negativos, o valor mais baixo desde 2008

Leiria atinge 5,5 graus negativos, o valor mais baixo desde 2008

Leiria terá registado esta manhã a temperatura mais baixa desde, pelo menos, 2008. De acordo com os registos disponibilizados no site do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, a estação meteorológica de Leiria registou uma temperatura de 5,5 graus negativos esta manhã, cerca das oito horas.

A confirmar-se este valor de temperatura mínima, este é o valor mais baixo desde, pelo menos, 2008. Importa realçar que estes dados não foram “sujeitos ao processamento e validação definitiva”, refere o IPMA no seu site.

Também o site Meteo Leiria, que monitoriza o estado do tempo em Leiria, revela ter registado 5,2 graus negativos esta quinta-feira, apontando este valor como o mais baixo desde 2008.

De notar que até aqui, o IPMA regista como recorde de temperatura mínima em Leiria, desde 2008, os 4,3 graus negativos medidos a 8 de janeiro de 2009. Tem ainda registo de 6,1 graus negativos (no dia de Natal de 2001), mas este valor foi medido por uma estação meteorológica que deixou de ser considerada em 2006.

Ainda de acordo com os valores meramente indicativos que o IPMA divulga no seu site, Alcobaça terá chegado hoje aos 6,5 graus negativos e Ansião terá atingido 3,7 graus negativos. Contudo, estes são valores que carecem de homologação e que resultam da leitura do gráfico de temperaturas durante o dia de hoje.

As previsões do IPMA colocam Leiria a atingir uma temperatura de 10 graus no dia de hoje, apontando para uma mínima de dois graus negativos no dia de amanhã. Esta sexta-feira, os termómetros não deverão ultrapassar os 13 graus de temperatura máxima, prevê ainda o IPMA. Sábado, deverá registar-se um ligeiro aumento da temperatura mínima que deverá chegar aos zero graus.

Autoridades combatem vaga de frio

Entretanto, várias medidas foram tomadas por autarquias, forças de socorro e segurança para ajudar a fazer face à vaga de frio que atravessa a região e o país.

As previsões apontam para descidas de temperaturas até -8ºC na região Centro, havendo registo de mínimas de -4ºC/-5ºC esta manhã, em Leiria, De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o frio deverá manter-se até ao próximo sábado.

O Comando Nacional de Operações de Socorro recomenda “especial atenção com os grupos populacionais mais vulneráveis, crianças, idosos e pessoas portadoras de patologias crónicas e população sem-abrigo” bem como particular cuidado com a ventilação ou utilização de lareiras e braseiras ou e funcionamento dos circuitos elétricos, alertando para os riscos de inalação de gases ou incêndios em habitações em caso de má utilização ou de avarias.

A Câmara da Batalha decidiu, entretanto, distribuir lenha e fornecer gás para garantir melhores condições de aquecimento a cerca de dezenas famílias carenciadas do concelho e sinalizadas pelas juntas de freguesias, instituições particulares de solidariedades social e autarquia.

Para prevenir a formação de gelo nas estradas municipais e prevenir acidentes, a Câmara está por outro lado a efetuar espalhamentos de sal em troços de estradas com ensombramento permanente e a limpeza de vias para minimiza os riscos de falta de aderência das viaturas, informou esta semana a Câmara da Batalha.

A Câmara de Leiria anunciou por sua vez que a delegação de Leiria da Cruz Vermelha disponibiliza alojamento para pessoas que residam em condições habitacionais muito precárias.

A medida integra um conjunto de ações de “apoio a pessoas em situação de grave vulnerabilidade social”, desenvolvidas em articulação com os Bombeiros Municipais de Leiria, a Cruz Vermelha e o Centro de Acolhimento.

O município reforça ainda as recomendações à população no sentido de evitar “a exposição prolongada ao frio e às mudanças bruscas de temperatura, o uso de várias camadas de roupa, folgada e adaptada à temperatura ambiente, e ainda a proteção das extremidades do corpo através do uso de luvas, gorro, meias quentes e cachecol”.

“A ingestão de sopas e bebidas quentes, evitando o álcool que proporciona uma falsa sensação de calor, especial atenção com a proteção em termos de vestuário por parte de trabalhadores que exerçam a sua atividade no exterior, e evitar esforços excessivos resultantes dessa atividade”, são outras recomendações da ANPC, que pede ainda especial atenção das comunidades para a situação de “pessoas idosas ou em condição de maior isolamento”.

Também a GNR reforçou as ações de vigilância aos mais de 50 mil idosos que vivem sozinhos e isolados, no sentido de os sensibilizar para os cuidados a ter para fazer face às baixas temperaturas, principalmente nas zonas Centro e Norte e zonas de maior altitude.

No comunicado à imprensa, a GNR mobilizou os cerca de 400 militares afetos diariamente ao programa de apoio a idosos direcionando o patrulhamento para as suas residências.

Evitar dormir/descansar próximo dos equipamentos de aquecimento, proteger devidamente a lareira para que não se torne um foco de incêndio, manter a correta ventilação dos equipamentos de aquecimento de modo a evitar a acumulação de gases prejudiciais à saúde, afastar os aquecedores de móveis, não secar a roupa nos aquecedores, não deixar velas acesas ou mal apagadas e evitar sobrecargas elétricas não ligando demasiados aparelhos na mesma tomada, são outras mensagens que a GNR está a transmitir à população sénior que acompanha.

Responder

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Primeira página

Pergunta da semana

A carregar…

Concorda com as novas limitações à plantação de eucaliptos?

Obrigado por participar!
Já respondeu a esta pergunta.
Escolha uma das opções.


O TEMPO

24° Humidity: 78%
Clouds: 1%
Wind(W): 6kph
névoa
Quinta-feira
24° 24°
Sexta-feira
31° 22°
Sábado
34° 28°
Domingo
35° 26°
Segunda-feira
32° 25°
Terça-feira
27° 20°
Quarta-feira
27° 19°

Facebook RL