Select Page

Friendly Talents anuncia Angola como país convidado da próxima bienal de artes plásticas

Manuel Oliveira (ao centro) e Augusto Neves (à esquerda) assinaram no dia 3 de julho o protocolo que liga artistas de Leiria e de Angola

Angola será o país convidado da terceira edição da Bienal de Artes Plásticas e Literatura da CPLP e Galiza, em 2020, anunciou a associação FriendlyTalents

A decisão surge no âmbito de um protoloco entre a associação de Leiria e a União Nacional de Artistas Plásticos (UNAP), de Angola, firmado no início desta semana, que reforçará a ligação dos artistas angolanos à FriendlyTalents e dos leirienses à estrutura artística daquele país africano. 

Segundo o presidente da FriendlyTalents, Augusto Neves, o protocolo estabelecido vai “abrir pontes entre povos”:

“Esse é o dever dos artistas e dos amantes da cultura, dos dois lados. Somos povos irmãos e não entendo o relacionamento entre os angolanos e os portugueses de outra maneira. Há que criar laços, fortalecer cada vez mais, de maneira a que estes dois povos, através daquilo que os seus artistas sabem criar – o belo e o progresso -, sigam na senda do progresso, da paz e da harmonia”, afirmou o responsável da associação de Leiria. 

Pela parte da UNAP, o presidente Manuel Oliveira considerou importante o protocolo estabelecido e assumiu ser a participação na bienal internacional “uma responsabilidade”.

“Vamos apurar o necessário para estarmos cá presentes. Já tive um encontro com o nosso novo embaixador em Portugal e concluímos que vamos fortalecer mais a nossa amizade. Também vou contactar o Ministério da Cultura de Angola para vermos o que podemos fazer para ter a nossa presença cá”, afirmou Manuel Oliveira.

O presidente da UNAP foi mais longe quanto à relação entre Angola e Portugal:

“Os povos português e angolano são povos irmãos que, em qualquer situação que possa haver – em termos políticos ou outros -, que possa por em risco a nossa união, a nossa cultura e a nossa simpatia como irmãos, não terá hipótese nenhuma. Ninguém vai conseguir acabar com esta situação: Angola e Portugal são dois irmãos. E amigos nós não somos obrigados a ter, mas irmãos sim”.

Manuel Oliveira é, ele próprio, um dos artistas que vai expor na segunda edição da Bienal de Artes Plásticas e Literatura da CPLP e Galiza, que decorrerá no Mosteiro da Batalha, a partir do dia 5 de outubro.

A FriendlyTalents anunciou que na Batalha marcará presença o ministro da Cultura de Moçambique – o país convidado da edição de 2018 – Silva Dunduro. Também está anunciada, para dia 13 de outubro, a realização de um encontro de escritores dos países lusófonos, que contará, segundo a associação, com a presença de José Eduardo Agualusa, Mia Couto e Luís Sepúlveda, entre outros. 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Primeira Página

Publicidade

Publicidade

Pergunta da semana

A carregar

Concorda com a lei que proíbe o abate de animais nos canis municipais?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Região de Leiria no Facebook

Subscrição de newsletter

Share This