Select Page

Friendly Talents anuncia Angola como país convidado da próxima bienal de artes plásticas

Manuel Oliveira (ao centro) e Augusto Neves (à esquerda) assinaram no dia 3 de julho o protocolo que liga artistas de Leiria e de Angola

Angola será o país convidado da terceira edição da Bienal de Artes Plásticas e Literatura da CPLP e Galiza, em 2020, anunciou a associação FriendlyTalents

A decisão surge no âmbito de um protoloco entre a associação de Leiria e a União Nacional de Artistas Plásticos (UNAP), de Angola, firmado no início desta semana, que reforçará a ligação dos artistas angolanos à FriendlyTalents e dos leirienses à estrutura artística daquele país africano. 

Segundo o presidente da FriendlyTalents, Augusto Neves, o protocolo estabelecido vai “abrir pontes entre povos”:

“Esse é o dever dos artistas e dos amantes da cultura, dos dois lados. Somos povos irmãos e não entendo o relacionamento entre os angolanos e os portugueses de outra maneira. Há que criar laços, fortalecer cada vez mais, de maneira a que estes dois povos, através daquilo que os seus artistas sabem criar – o belo e o progresso -, sigam na senda do progresso, da paz e da harmonia”, afirmou o responsável da associação de Leiria. 

Pela parte da UNAP, o presidente Manuel Oliveira considerou importante o protocolo estabelecido e assumiu ser a participação na bienal internacional “uma responsabilidade”.

“Vamos apurar o necessário para estarmos cá presentes. Já tive um encontro com o nosso novo embaixador em Portugal e concluímos que vamos fortalecer mais a nossa amizade. Também vou contactar o Ministério da Cultura de Angola para vermos o que podemos fazer para ter a nossa presença cá”, afirmou Manuel Oliveira.

O presidente da UNAP foi mais longe quanto à relação entre Angola e Portugal:

“Os povos português e angolano são povos irmãos que, em qualquer situação que possa haver – em termos políticos ou outros -, que possa por em risco a nossa união, a nossa cultura e a nossa simpatia como irmãos, não terá hipótese nenhuma. Ninguém vai conseguir acabar com esta situação: Angola e Portugal são dois irmãos. E amigos nós não somos obrigados a ter, mas irmãos sim”.

Manuel Oliveira é, ele próprio, um dos artistas que vai expor na segunda edição da Bienal de Artes Plásticas e Literatura da CPLP e Galiza, que decorrerá no Mosteiro da Batalha, a partir do dia 5 de outubro.

A FriendlyTalents anunciou que na Batalha marcará presença o ministro da Cultura de Moçambique – o país convidado da edição de 2018 – Silva Dunduro. Também está anunciada, para dia 13 de outubro, a realização de um encontro de escritores dos países lusófonos, que contará, segundo a associação, com a presença de José Eduardo Agualusa, Mia Couto e Luís Sepúlveda, entre outros. 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Primeira Página

Publicidade

Publicidade

Pergunta da semana

A carregar

Concorda com um agravamento de 30% na quota de condomínio para os proprietários de alojamento local?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Região de Leiria no Facebook

Subscrição de newsletter

Share This