Assinar
Legislativas 2019

CDS-PP quer elevar “fasquia” e eleger dois deputados por Leiria

A redução de impostos, nomeadamente do IRS em 15% e do IRC para 12,5%, para ajudar empresas e famílias é uma das quatro grandes prioridades que Raquel Abecasis, ex-jornalista e chefe de gabinete de Assunção Cristas na Câmara de Lisboa, tem se for eleita deputada.

Eleger dois deputados por Leiria é um dos objetivos que Raquel Abecasis, cabeça-de-lista do CDS-PP por Leiria, traçou para as Legislativas de outubro.

Assumindo o papel de candidata “paraquedista”, por não ser de Leiria, diz não querer fazer promessas mas afirma estar a trabalhar desde maio para defender os interesses do país e de Leiria. “Compreendo as resistências que as pessoas têm” mas “o facto de não ter ligações a Leiria não me faz ter menos ambição”, adiantou ao REGIÃO DE LEIRIA, assegurando identificar-se muito com o distrito onde “as pessoas são muito empreendedoras”.

Na apresentação da lista de candidatos pelo distrito, a 7 de setembro, Raquel Abecasis, ex-jornalista e chefe de gabinete de Assunção Cristas na Câmara de Lisboa, elencou quatro grandes prioridades no seu programa, a começar pela redução de impostos, nomeadamente do IRS em 15% e do IRC para 12,5%, para ajudar empresas e famílias, que “têm suportado a maior carga fiscal de sempre”, a “subir de patamar” e “concretizar os seus sonhos”.

Defende ainda a liberdade de escolha na Saúde, sendo em Leiria “muito visível que as pessoas não têm acesso a tempo e horas aos cuidados de saúde”, bem como a abertura da ADSE “a todos os que quiserem entrar nesse sistema” e a criação de uma rede de cuidadores informais. Já na Educação, advoga que os pais possam continuar a escolher a escola dos seus filhos, através dos “contratos de associação” ou de “outras figuras que se lhes queira atribuir”.

Assume ainda como grande preocupação ambiental a defesa da água, o seu reaproveitamento e o combate às alterações climáticas e situações de seca, e considera a abertura da BA5 à aviação civil um objetivo nacional, sobre o qual “estamos todos sintonizados” e que depende “apenas de decisão política”.

Martine Rainho
Jornalista
martine.rainho@regiaodeleiria.pt

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.