Mais de cinco toneladas de resíduos foram retirados por estes dias ao longo de 40 quilómetros de areal Foto: Brigada do Mar

Em cinco dias, a Brigada do Mar retirou mais de cinco toneladas de resíduos em praias dos concelhos de Marinha Grande, Leiria, Pombal e Figueira da Foz.

Ao longo de cerca de 40 quilómetros de areal, entre São Pedro de Moel e Lavos, encontrou cerca de duas mil armadilhas para apanha de polvo, embalagens de plástico, redes de pesca, lixo urbano variado, como por exemplo eletrodomésticos, pneus, lâmpadas e botijas de gás. 

“Cerca de 80% do lixo encontrado, em volume, provém da atividade piscatória e das embarcações”, refere Simão Acciaioli, responsável da Brigada do Mar e coordenador da ação, em comunicado.

“Encontrámos também uma quantidade anormal de resíduos cobertos de percebes, o que significa que este lixo estava no mar há bastante tempo, além de quinze golfinhos em decomposição e muitas centenas de caravelas portuguesas”, salienta.    

Segundo o responsável, “muito deste lixo provém da Ásia, norte de África, continente americano e Espanha”, enquanto os resíduos de menores dimensões, sobretudo plástico, provêm “diretamente das Estações de Tratamentos de Águas Residuais, como é o caso dos bastões de cotonetes, em grande quantidade”.  

O lixo recolhido será objeto de triagem. Algum será reaproveitado para produzir uma instalação artística, e o restante “encaminhado para o circuito de reciclagem e tratamento”.  

A descontaminação, que começou na quarta-feira, dia 20, e termina esta segunda-feira, dia 25, é a sétima que a associação ambiental organiza na região. Além do apoio de várias empresas, contou com a colaboração dos Municípios da Marinha Grande, Leiria, Pombal e Figueira da Foz.

A Brigada do Mar já limpou em Portugal “mais de 600 quilómetros lineares de costa” e retirou “mais de 550 toneladas de lixo do areal” com a colaboração de mais de 6.000 voluntários, em mais de 200 dias efetivos de ações de limpeza e sensibilização.