Glamour, furor e amor. Se recorda este slogan, certamente viveu bons momentos na discoteca Glam. No próximo sábado, 9 de novembro, há uma festa para recordar as noites no estabelecimento noturno de Leiria que encerrou há cinco anos.

A primeira edição de “Remember Glam” acontece no Estádio Municipal de Leiria e é uma ideia que “surgiu através de um desafio lançado por pessoas que se queixam que à noite, em Leiria, se quiserem sair até tarde já não têm um bar com que se identifiquem e onde se sintam em casa”, explica ao REGIÃO DE LEIRIA Rui Pedro Silva, responsável pelo evento e fundador do Glam.

A animação da festa está entregue a cinco djs, entre eles Miguel Chagas, Luís Sousinha e Pedro Lothar, que eram presença frequentes nas noites da discoteca. A seleção musical da noite estará também a cargo dos convidados Litos Diaz e Eddie Ferrer.

Glam encerrou no dia 27 de dezembro de 2014. O proprietário tem sido abordado, “constantemente”, com pedidos para que reabra o estabelecimento.

Mas, acrescenta Rui Pedro Silva, a forma de estar e de viver a noite “mudou radicalmente”: “Hoje não justifica ter uma casa todos os fins-de-semana aberta. O que funciona é vender experiências e momentos que as pessoas vão querer guardar e recordar”.

Apesar disso não coloca de parte a hipótese de haver novas edições de “Remember Glam”. Mas, frisa, estará dependente da recetividade do público nesta primeira festa que recorda a antiga discoteca de Leiria.

As pulseiras já estão à venda na página de Facebook do Glam, com um custo de cinco euros para mulheres e sete para homens. No dia do evento, o preço da entrada sobe um euro.

A festa será cariz solidário, avança o organizador, estando prevista a presença de um representante da Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral (APPC) – Leiria a efetuar recolha de donativos. O valor angariado no bengaleiro, onde os participantes podem guardar bens pessoais, reverte na totalidade a favor da APPC-Leiria.