O Partido Socialista de Pombal anunciou hoje que se prepara para apresentar uma moção de censura ao executivo camarário liderado por Diogo Mateus, eleito pelo PSD.

A apresentação da moção foi “já comunicada à presidente da mesa da Assembleia Municipal de Pombal”, adiantam os socialistas em comunicado, acrescentando que a sua discussão deverá acontecer na próxima reunião daquela assembleia, prevista para o final de junho.

A moção é “um protesto” refere Odete Alves, na nota enviada à comunicação social. A presidente da concelhia do PS acusa: “após quase três anos de mandato, este executivo camarário tem sido inconsequente, ineficaz e errático”.

Alguns dos argumentos para apresentar a moção de censura, designada “Por um Pombal Melhor”, assentam na “incapacidade reiterada em ouvir não só as restantes forças políticas, mas sobretudo os pombalenses”, por parte da maioria do PSD, bem como na situação de “total falta de autoridade do executivo camarário”.

Odete Alves aponta o dedo ao facto de se assistir, nas reuniões de Câmara, “a verdadeiras batalhas entre o presidente da Câmara e os vereadores do seu partido, a quem retirou os pelouros à socapa”.

“Há uma enorme e visível fragilidade governativa”, reforça a líder dos socialistas de Pombal em comunicado. “O PS de Pombal não confia neste executivo camarário, nem se revê na sua postura, e interpela-o a uma mudança política”, adianta ainda.