O Tribunal de Leiria determinou na tarde desta quarta-feira, dia 17, que o homem filmado a agredir com um cinto o pai de 90 anos, em Alcobaça, depois de o perseguir de carro, fique em liberdade a aguardar o desenvolvimento do processo até ao julgamento.

O homem, detido esta terça-feira pela PSP, prestou Termo de Identidade e Residência (TIR) e ficou proibido de se aproximar ou contactar a vítima, segundo as medidas de coação determinadas pelo tribunal.

Na altura da detenção do arguido, de 58 anos, foi revelado que “em causa estão factos suscetíveis de integrar a prática, pelo arguido, dos crimes de ofensa à integridade física qualificada e de condução perigosa de veículo rodoviário”.

“Os factos fortemente indiciados traduzem-se em o arguido ter perseguido, de carro, o seu pai, de 90 anos, no trajeto entre São Martinho do Porto e Alcobaça e de o ter molestado fisicamente, designadamente, com um cinto, dentro do veículo em que a vítima viajava”, explicaram em comunicado conjunto o Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) do Ministério Púbico de Leiria e o comando distrital da PSP de Leiria.