O Pinhal de Leiria esteve no arranque desta semana no centro das atenções do Observatório Técnico Independente da Assembleia da República. O presidente do Observatório visitou, esta terça-feira, dia 29, o Pinhal fortemente atingido pelos fogos de 2017.

Francisco Castro Rego, presidente do Observatório, reuniu com vários responsáveis e visitou o Pinhal, consumido pelos incêndios que, em outubro de 2017, destruíram 86% daquela mancha florestal.

A deslocação à Marinha Grande, aconteceu na sequência do convite efetuado, em maio, por vários investigadores e especialistas que se manifestaram preocupados com o estado do Pinhal de Leiria.

Deslocação ao Pinhal contou com responsáveis autárquicos e do ICNF Foto: CMMG

A presidente da Câmara da Marinha Grande, Cidália Ferreira e Nuno Banza, presidente do ICNF- Instituto Conservação da Natureza e Florestas, contam-se entre os responsáveis que participaram nesta visita ao Pinhal.

Na sequência desta visita, o Observatório liderado por Francisco Castro Rego, deverá produzir um relatório com recomendações para intervenção naquela mancha florestal que ocupa cerca de dois terços do concelho da Marinha Grande.