Assinar
Pedrógão Grande

PSD escolhe António Ferreira Lopes para recuperar câmara

Escolha do candidato terá ainda de ser homologada pela estrutura nacional do partido.

António Ferreira Lopes é o escolhido para tentar recuperar a câmara para o PSD

O nome de António Ferreira Lopes foi proposto pela concelhia e aprovado em Assembleia de Militantes do PSD, na última sexta-feira. Aos 61 anos, António Ferreira Lopes, que foi professor na escola profissional de Pedrógão e é administrador da Caixa Agrícola da Zona do Pinhal, é o escolhido pelos sociais-democratas para recuperar a Câmara Municipal de Pedrógão Grande, que o PS ganhou em 2017.

O candidato, que terá ainda que ser homologado pela estrutura nacional do partido, nunca desempenhou cargos autárquicos e é o atual vice-presidente da Assembleia de Militantes do PSD de Pedrógão, posição que ocupa desde 2019.

O presidente da concelhia do PSD de Pedrógão, José António Henriques, diz ao REGIÃO DE LEIRIA que o principal objetivo é recuperar a presidência da câmara e entende que António Ferreira Lopes “é um nome forte e que não tem telhados de vidro”.

No PS, ainda não há confirmações. O presidente, Valdemar Alves, que foi eleito em 2013 pelo PSD, mas que, quatro anos depois, encabeçou a lista dos socialistas, é acusado em dois processos relacionados com os incêndios de 2017 e viu recentemente vereadores retirarem-lhe competências no executivo.

Questionado pelo REGIÃO DE LEIRIA sobre a sua disponibilidade para voltar a ser candidato pelos socialistas, Valdemar Alves responde, através de um porta voz, que “a seu tempo será conhecida a posição”.

O presidente da distrital do PS de Leiria, Walter Chicharro refere que só tem conhecimento de quatro concelhias que já definiram os candidatos e que Pedrógão não é uma delas. Acrescenta, no entanto, que a indicação que há do PS a nível nacional é que os atuais presidentes de câmara sejam os candidatos naturais às presidências de câmara.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.