Assinar
Alcobaça

Pavilhão multiúsos de 4,7ME arrancou hoje em Alcobaça e fica concluído em ano e meio

“No prazo de ano e meio Alcobaça ficará com um pavilhão com uma capacidade de resposta quer para o concelho, quer para a região”, afirmou hoje o presidente da Câmara de Alcobaça, Paulo Inácio

O novo pavilhão multiúsos de Alcobaça, no distrito de Leiria, um investimento de 4,7 milhões de euros cuja primeira pedra foi hoje lançada, deverá estar concluído no final de 2022, anunciou a Câmara.

“No prazo de ano e meio Alcobaça ficará com um pavilhão com uma capacidade de resposta quer para o concelho, quer para a região”, afirmou hoje o presidente da Câmara de Alcobaça, Paulo Inácio (PSD), assinalando o lançamento da primeira pedra do equipamento.

O projeto reflete “a aposta da autarquia na atração de congressos internacionais”, em alternativa o mercado de Lisboa, onde a resposta, considerou, “estava a ficar um pouco esgotada em termos de grandes congressos empresariais”.

O investimento vai permitir requalificar o atual pavilhão de feiras, o MercoAlcobaça, num espaço multiúsos vocacionado para a realização de feiras, congressos, concertos, exposições e eventos desportivos, sublinhou Paulo Inácio.

Localizado na entrada norte da cidade, o multiúsos ocupará uma área de cerca de três hectares e terá 5.000 metros quadrados de área coberta, que inclui uma sala principal com 2.000 metros quadrados e uma secundária com 700 metros quadrados, ambas com bancadas amovíveis e uma capacidade total de 2.226 lugares sentados.

“Com as bancadas recolhidas a área livre possibilitará a realização de espetáculos para cerca de cinco mil espetadores”, explicou o arquiteto responsável pelo projeto, Helder Delgado.

O novo multiúsos contará ainda com áreas técnicas, zona para artistas ou atletas, salas de reuniões, um auditório com cerca de 100 lugares e um restaurante com terraço.

O novo edifício, construído aproveitando a estacaria do anterior pavilhão de feiras, será revestido a pedra calcária, vidro e malha metálica, e ficará implantado “numa entrada da cidade que ficará altamente requalificada e com acesso direto à Autoestrada 8 (A8)”, afirmou Paulo Inácio, sublinhando que “não existe na região um equipamento desta dimensão”.

A obra, um dos principais investimentos do concelho no atual mandato, terá uma comparticipação comunitária de 85% no âmbito das candidaturas aprovadas ao abrigo do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU).

No âmbito do mesmo programa está a decorrer a requalificação da Avenida Professor Engenheiro Joaquim Vieira Natividade, onde se localiza o multiúsos, num investimento de cerca de dois milhões de euros para “dignificar uma das principais entradas da cidade”, disse ainda Paulo Inácio.

A obra inclui a modificação da rotunda junto ao multiúsos, ornamentada com duas colunas de grande dimensão que, segundo o autarca, irão ser retiradas e devolvidas ao Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça, proprietária daquele património.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.