Assinar
Caldas da Rainha

GNR deteta descarga ilegal de efluentes pecuários em Alvorninha

Ação era proveniente de uma exploração agropecuária e estava a ser encaminhada para o rio Tornada.

O Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) da GNR de Caldas da Rainha detetou, na terça-feira, dia 4, uma descarga ilegal de efluentes pecuários na freguesia de Alvorninha, concelho de Caldas da Rainha.

A descarga foi identificada no decorrer de uma ação de patrulhamento, por elementos do NPA, a partir de uma “lagoa de depuração para a linha de água do rio Tornada, através de um tubo que se encontrava dissimulado, junto à densa vegetação, e num local de difícil acesso”.

No decorrer das diligências, revela a GNR, verificou-se que a descarga era proveniente de uma exploração agropecuária, de forma ilegal, ou seja, “sem qualquer tipo de mecanismo que assegurasse a sua depuração”.

“Desta ação resultou a elaboração de um auto de contraordenação por descarga de efluentes pecuários diretamente para a linha de água, sem autorização da entidade competente para o efeito, que foi remetido para a Agência Portuguesa do Ambiente de Lisboa e Vale do Tejo, punível com uma coima no valor máximo de 144 mil euros”, informa a GNR do Comando Territorial de Leiria.

Tubo, proveniente da empresa, encontrava-se dissimulado, num local de difícil acesso e densa vegetação. Fotos: GNR

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar