Assinar


Leiria

Município leva fruta a 125 escolas para promover a alimentação saudável

Durante o primeiro período letivo foi assegurada a distribuição em jardins de infância e escolas básicas do 1.º ciclo

O Município de Leiria distribui fruta em 125 escolas do concelho, no âmbito do Programa de Alimentação Saudável, no primeiro período do atual ano letivo.

Numa nota de imprensa, a autarquia salienta que o programa englobou diversas ações com o objetivo da promoção de hábitos alimentares saudáveis.

Durante o primeiro período letivo, no Programa do Regime de Fruta Escolar foi assegurada a distribuição de fruta nos 125 estabelecimentos de ensino da rede pública, designadamente jardins de infância e escolas básicas do 1.º ciclo.

O Programa de Generalização do Fornecimento de Refeições Escolares promoveu o fornecimento de 344.052 refeições escolares, das quais 122.732 no pré-escolar e 221.320 no 1.º ciclo.

A autarquia refere ainda a ação “A Nutricionista vai à Escola”, que contou com várias atividades de promoção da alimentação saudável.

No Dia Mundial da Alimentação, apresentou-se o vídeo “Eu como lanches saudáveis”, seguido pelo jogo “Trivial dos Alimentos”.

Através da ação “PAM Para Mim” realizaram-se atividades de classificação do estado nutricional e sessões práticas de educação alimentar para o padrão alimentar mediterrânico (PAM), informa a mesma nota.

Já a atividade “Vamos Investigar?” ensinou as crianças a interpretar rótulos alimentares e a classificarem os alimentos que trazem nas suas lancheiras.

O projeto “Veggies4myHeart”, do Centro de Inovação em Tecnologias e Cuidados de Saúde (ciTechCare) do Politécnico de Leiria, permitiu às crianças provar produtos hortícolas, tais como cenoura, pepino e couve roxa. O jogo “Veggies4myHeart” contribuiu para desenvolver nas crianças atitudes positivas relativamente a alimentos saudáveis.

“Eu Mando Lanches Saudáveis” foi outra iniciativa dirigida aos encarregados de educação, que receberam informação sobre um lanche saudável através de um folheto informativo digital.

Beneficiaram destas atividades 689 crianças, num total de 157 sessões realizadas.

Foram ainda realizadas 35 consultas individuais de nutrição clínica com crianças/alunos e encarregados de educação e monitorizados 12 refeitórios dos jardins de infância, onde se avaliou a qualidade da alimentação fornecida às crianças.

Citada na nota de imprensa, a vereadora da Educação, Anabela Graça (PS), considerou que “estes números são expressivos da aposta do município na promoção de hábitos e práticas de alimentação saudável”, que, “são uma prioridade educativa e social” que todos terão de abraçar, “seja na escola, em casa ou na comunidade”.

Será uma “responsabilidade que tem que ser partilhada por toda a comunidade educativa”.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar