Assinar
Peniche

Taxa para ir à ilha da Berlenga começa a ser cobrada quarta-feira

No primeiro dia de junho, entra em vigor a necessidade de obter permissão para ir à ilha, bem como o pagamento da respetiva taxa

Três euros por dia. Este é o valor que, em breve, passa a ser pago para ter acesso à ilha da Berlenga.

Remonta a 2019 a fixação de um limite de acessos à ilha e que está fixado em 550 pessoas em simultâneo, não incluindo agentes da autoridade no âmbito de intervenções relativas à segurança pública e outros

Entretanto, no primeiro dia de junho, entra em vigor a necessidade de obter permissão para ir à ilha, bem como o pagamento da respetiva taxa. Esse é um procedimento a que está obrigado quem pretende ter acesso à zona terrestre da ilha.

A licença, explica o ICNF em comunicado, poderá ser obtida na plataforma BerlengasPass, bem como o pagamento da taxa de acesso e permanência na ilha.

O pagamento da taxa é efetuado no momento do registo prévio para o acesso e a permanência na ilha da Berlenga.

A taxa tem um valor de três euros por dia e por pessoa, sendo de 1,5 euros a taxa para quem tenha entre 6 e 18 anos e para quem tenha 65 ou mais anos.

Há, todavia, uma série de isenções, entre quais se inclui os residentes no concelho de Peniche, as crianças até seis anos, investigadores, comerciantes da ilha, entre outros.  

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar