Assinar
Mercado

REGIÃO DE LEIRIA distribui edição extra especial a emigrantes

Em Vilar Formoso decorre este sábado a 20ª edição da campanha anual de segurança rodoviária “Sécur’été 2022 – Verão em Portugal”

Com o objetivo de valorizar o percurso de todos os que deixaram o país e regressam todos os anos, para as férias de verão, o REGIÃO DE LEIRIA esteve na manhã deste sábado, 30 de julho, em Vilar Formoso a dar-lhes as boas-vindas.

A pensar neste público, o semanário preparou uma edição extra especial que foi distribuída a quem entrou em território nacional. Esta edição extra é também oferecida nos supermercados Continente Bom dia, Continente Modelo, Continente, Intermarché e Pingo Doce, nas lojas localizadas entre Alcobaça e Pombal.

Em Vilar Formoso decorre este sábado a 20ª edição da campanha anual de segurança rodoviária “Sécur’été 2022 – Verão em Portugal”, promovida pela associação de jovens lusodescendentes Cap Magellan, destinada aos emigrantes que se deslocam de carro a Portugal durante as férias de verão.

A iniciativa realizada na principal fronteira terrestre de Portugal contou durante a manhã com a participação do secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, Paulo Cafofo, e da secretária de Estado da Proteção Civil, Patrícia Gaspar, entre outros responsáveis.

Na abordagem a famílias de emigrantes, os dois membros do Governo deram as boas vindas a Portugal e não pouparam nos conselhos. Patrícia Gaspar deixou os principais conselhos para este fim de semana, que é de alto risco de incêndio, devido às temperaturas elevadas: “Sublinhar a importância de adequarmos todos o nosso comportamento aos espaços florestais, aos espaços rurais. Implica não usar fogo, implica não usar máquinas, implica não fumar, implica retirar da floresta todo e qualquer risco de incêndio florestal”.

“Porque sabemos que com as condições em que estamos, com a floresta com este nível de secura, qualquer pequena ocorrência, qualquer pequena ignição, rapidamente se transforma num incêndio de grande violência, de grande progressão, de grande severidade. E isso é o que temos todos que evitar”, rematou.

A GNR não tem dados quantitativos relativamente ao número de veículos que estão a entrar em Portugal pela fronteira de Vilar Formoso, mas o capitão Davide Martins, comandante do Destacamento de Trânsito do Comando Territorial da Guarda, disse que, em relação ao ano passado, existe um aumento.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar