Assinar


Ansião

Piscinas municipais de Ansião encerradas por tempo indeterminado

A juntar a esta decisão, a Câmara tomou outras medidas para poupança de água nos serviços municipais, incluindo a lavagem de viaturas e a rega de jardins e outros espaços públicos.

As piscinas municipais de Ansião vão manter-se fechadas até que a situação de seca que atinge o país e, particularmente, o concelho, esteja ultrapassada, disse hoje à agência Lusa o presidente da Câmara.

“As piscinas, cobertas, encerram todos os anos entre 15 de agosto e 15 de setembro, para trabalhos de manutenção e limpeza. Este ano, decidimos não a encher de novo até que a situação de seca esteja ultrapassada”, explicou António José Domingues.

Segundo o autarca, as piscinas “tinham uma afluência média mensal de 900 pessoas”, com “aulas para crianças e idosos, e natação adaptada”, existindo ainda protocolos com associações concelhias para a utilização do equipamento.

“Este conjunto de atividades fica, para já, suspenso”, declarou António José Domingues, referindo a necessidade de perceber que a decisão é “um mal necessário” devido à seca.

António José Domingues acrescentou que em junho a Câmara tomou outras medidas para poupança de água nos serviços municipais, incluindo a lavagem de viaturas e a rega de jardins e outros espaços públicos.

A seca prolongada no continente está a afetar culturas, levou a cortes no uso da água e obrigou aldeias a serem abastecidas com autotanques.

Desde outubro de 2021 até agosto choveu praticamente metade do que seria o normal, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O IPMA colocava no final de julho 55,2% do continente em situação de seca severa e 44,8 em situação de seca extrema. Não havia nenhum local continental que estivesse em situação normal ou em seca fraca ou mesmo em seca moderada.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados