Assinar
Sociedade

Expedição leva material escolar, roupa e brinquedos para Marrocos

Um grupo de 39 pessoas parte no dia 31 de maio de Leiria numa expedição em todo o terreno com destino a Marrocos, levando cerca de 500 quilos de material escolar, roupa e brinquedos.

Um grupo de 39 pessoas parte no dia 31 de maio de Leiria numa expedição em todo o terreno com destino a Marrocos, levando cerca de 500 quilos de material escolar, roupa e brinquedos.

Rui Ferreira (foto de arquivo)

Rui Ferreira, diretor clínico da Leirivida, empresa de Leiria onde nasceu o clube de todo o terreno organizador da iniciativa, explicou hoje à agência Lusa que é o gosto pela aventura e pelo norte de África, a paixão pelo todo o terreno e o espírito solidário que motivam a expedição.

“É um clube de amigos que tem uma enorme paixão pelo todo o terreno e pelo norte de África e que organiza estes eventos sem qualquer objetivo lucrativo e sempre com uma componente solidária”, disse Rui Ferreira.

Nesta expedição, a comitiva leva material escolar, roupa e brinquedos recolhidos pelos participantes e também entregues pela Associação para a Juventude de Lisboa, através da colaboração da Junta de Freguesia de São Nicolau e da Sé de Lisboa, referiu o responsável.

“O objetivo é entregar o material nas aldeias mais remotas do Atlas”, declarou Rui Ferreira, acrescentando que, como na expedição seguem vários médicos e também algum material clínico, haverá ainda a disponibilidade para atender eventuais doentes pelos locais onde o grupo vai passar.

“Temos uma enorme satisfação em ajudar as pessoas e, por vezes, o pouco que deixamos é muito ou tudo para elas”, afirmou, considerando que essas são, também, as memórias que ficam da viagem.

A este propósito lembrou a expedição que teve como destino Dakar realizada em outubro último em parceria clube 4X4 rodas de Lisboa que incluiu a oferta de uma ambulância – a única para uma população de 150 000 habitantes de uma cidade do sul da Mauritânia – e 800 quilos de medicamentos.

O sócio gerente da Leirivida justificou ainda a escolha pelo norte de África em todas as aventuras promovidas pelo clube Leirivida TT com “o vírus do deserto”.

“É uma doença estranha que não tem cura, mas tem tratamento, que é regressar recorrentemente”, comentou.

A expedição, denominada “Sentir Marrocos 2010”, é a décima promovida pelo clube Leirivida TT. Inclui 17 jipes por onde se vão distribuir 39 pessoas com idades entre os 22 e os 62 anos, oriundas de Guimarães a Setúbal e das mais diversas profissões.

O grupo parte às 05:00 de dia 31 de maio de Leiria, cidade onde está prevista a chegada a 12 de junho pelas 22:00, depois de percorrer 4900 quilómetros.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.