Assinar
Sociedade

Fernando Nobre preocupado com referências de alunos do Politécnico de Leiria a Salazar

O candidato às eleições presidenciais, Fernando Nobre, mostrou-se hoje preocupado com referências a António Oliveira Salazar por parte de alunos do Instituto Politécnico de Leiria (IPL), a respeito da solução para a situação difícil do país.

O candidato às eleições presidenciais, Fernando Nobre, mostrou-se hoje preocupado com referências a António Oliveira Salazar por parte de alunos do Instituto Politécnico de Leiria (IPL), a respeito da solução para a situação difícil do país.

Fernando Nobre almoçou numa cantina na Escola Superior de Gestão de Leiria, que integra o universo do IPL, e depois, perante a ausência de qualquer aluno num debate marcado para o auditório da instituição, partiu ao encontro dos estudantes num bar da escola.

O candidato inverteu os papéis previstos, juntando-se a uma mesa de estudantes do curso de Solicitadoria, onde lançou questões para os alunos responderem.

E quando perguntou à plateia de onze estudantes o que é que achavam do país, Fernando Nobre foi surpreendido com a resposta de um deles, que disse ouvir em casa os pais a defenderem “a falta que o dr. Oliveira Salazar faz às finanças e economia” de Portugal.

A opinião foi secundada por outra aluna, que sublinhou: “Não nos orgulhamos dessa fase do país, mas que Salazar faz falta à economia e finanças, faz”.

Preocupado, Fernando Nobre lembrou que “antes do 25 de Abril uma reunião como esta que estamos a ter aqui não seria possível”, questionando os alunos sobre se conheciam a expressão “bufo”.

“Isso do Salazar é assustador! Será que não podemos evolui sem voltar a esse tempo?”, lançou, em forma de aviso, aos estudantes.

À mini-plateia que se reunia em volta de duas mesas de café, Fernando Nobre foi perguntando quais as saídas que os alunos têm para o seu futuro profissional, a perspetiva do mercado de trabalho, a motivação para mudarem o país e quantos iriam votar nas próximas eleições presidenciais.

Perante uma maioria absoluta de braços no ar, o candidato duvidou. “Não estão a levantar a mão só para a fotografia?”, ao que os estudantes de Solicitadoria responderam não ser “representativos da maioria dos jovens” que não vota.

Depois do encontro com os estudantes, Fernando Nobre reuniu com a direcção do IPL. À tarde, visita uma fábrica de plásticos, é recebido pelo presidente da Câmara da Marinha Grande, onde cancelou a visita prevista à Bienal Internacional de Artes Plásticas e Design Industrial da Marinha Grande.

À noite, regressa a Leiria para uma conferência/debate num restaurante da cidade.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.