Assinar
Cultura

Turistas vão poder visitar pedreiras de onde saiu a pedra do Mosteiro da Batalha

São pedreiras e fizeram história. As pedreiras de onde foi extraída a pedra que permitiu a edificação do Mosteiro da Batalha, estão em pleno processo de classificação como sendo de interesse municipal.

São pedreiras e fizeram história. As pedreiras de onde foi extraída a pedra que permitiu a edificação do Mosteiro da Batalha, estão em pleno processo de classificação como sendo de interesse municipal.

O processo foi desencadeado pela Câmara da Batalha que pretende que as pedreiras – principalmente a Pedreira de Valinho de Rei, no Reguengo do Fetal – passem a fazer parte do roteiro dos visitantes do Mosteiro.

“Desta forma os visitantes poderão perceber de forma mais integrada, as origens do monumento”, explica António Lucas, presidente do
município.

Há investigação feita sobre a matéria e estão identificados alguns locais onde era efectuado o carregamento da pedra, em carros puxados por bois, para depois serem levados até à Batalha, explica o autarca.

Carlos S. Almeida
carlos.almeida@regiaodeleiria.pt

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.