Assinar Edições Digitais
Mercado

Caixa de Crédito de Leiria: nova marca para um banco com 95 anos

Caixa de Crédito de Leiria é a nova designação comercial da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Leiria, banco nascido há 95 anos que a partir de 27 de Dezembro de 2010 tem sede na Casa do Terreiro, ou Palácio dos Ataídes, em pleno centro histórico de Leiria.

Caixa de Crédito de Leiria é a nova designação comercial da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Leiria, banco nascido há 95 anos que a partir de 27 de Dezembro de 2010 tem sede na Casa do Terreiro, ou Palácio dos Ataídes, em pleno centro histórico de Leiria.

A alteração da imagem corporativa vem acompanhada de uma nova assinatura – somos da terra – e de um novo logótipo: um elemento vegetal em tríade no interior de um quadrado, sendo o castanho a cor eleita.

Linguagem gráfica e mensagem textual pretendem destacar a missão de banca de proximidade, sólida, ligada à terra (activo agrícola) e ao lugar (concelhos de Leiria, Marinha Grande e Ourém), bem como os ideais de entreajuda, solidariedade, mutualismo e cooperativismo que determinaram a fundação em 1915. Uma nova marca, o seu banco de sempre, enfatiza a campanha de comunicação a lançar em 2011.

No entanto, apesar do orgulho no passado, a agricultura já não está no centro do negócio. “A nossa actividade principal é o crédito. O crédito agrícola representa uma pequena parte”, esclareceu Mário Matias, presidente da instituição, na apresentação realizada terça-feira.

De facto, um terço dos empréstimos destina-se à compra de habitação e 39% financia empresas e administração pública (dados de 2009).

A nova imagem responde também à necessidade de afirmar a diferença face ao Sistema Integrado do Crédito Agrícola Mútuo, gerido pelo Grupo CA, de que a Caixa de Crédito de Leiria já não faz parte.

Mário Matias acredita que tanto os clientes como os 12 mil sócios vão acolher a mudança sem reacções negativas. Quanto ao abandono da palavra agrícola na designação comercial, explica que era necessário dizer ao mercado que o banco realiza “todo o tipo de operações”.

Com 16 balcões, 44 mil contas à ordem, uma centena de funcionários e 762 milhões de euros de volume de negócios em 2009, o banco vai ocupar a Casa do Terreiro durante o mês de Janeiro.

Administração e secretariado instalam-se na segunda-feira, os restantes serviços vão até ao final do mês. O balcão na Rua Combatentes da Grande Guerra mantém-se em funcionamento. Em 2011, também a agência de Colmeias vai transferir-se para novas instalações.

A Caixa de Crédito de Leiria foi processada pela Caixa Geral de Depósitos pelo uso da designação Caixa de Leiria, tendo perdido a acção no Tribunal da Relação.

Cláudio Garcia
claudio.garcia@regiaodeleiria.pt