A Blocotelha, especialista em construções metálicas e autoportantes, vai integrar a construção do complexo fabril aeroespacial da brasileira Embraer em Évora.

A adjudicação vale sete milhões de euros à empresa de Porto de Mós que pertence ao Grupo Meneses, o equivalente a um terço do volume de negócios em 2009.

Com 40 anos no mercado, a Embraer é uma referência no fabrico de aeronaves e emprega mais de 17 mil pessoas. Em Évora, prepara-se para investir inicialmente 148 milhões de euros, criando 500 postos de trabalho e instalando duas fábricas de componentes. Vão fornecer estruturas metálicas (asas) e materiais compósitos (caudas), estabelecendo um cluster aeronáutico no Alentejo. O destino podem ser jactos executivos ou um avião cargueiro, o KC-390.

A área de construção entregue à Blocotelha é superior a 60 mil metros quadrados. Para o administrador Luís Meneses, trata-se de um desafio para a empresa e respectivos colaboradores, que coloca à prova capacidades técnicas e know-how adquirido. “A Blocotelha, ao ser seleccionada para esta empreitada, viu assim reconhecida a sua capacidade na concretização de grandes projectos industriais”, refere o empresário.

Leia mais na edição em papel de 4 de Fevereiro de 2011.