Assinar
Sociedade

Raul Castro: “Do ponto de vista economicista faz sentido eliminar algumas freguesias”

O presidente da Câmara de Leiria defendeu hoje que, de um ponto de vista económico, a redução de autarquias imposta pela “troika” a Portugal, faz sentido no caso das freguesias.

O presidente da Câmara de Leiria defendeu hoje que, de um ponto de vista económico, a redução de autarquias imposta pela “troika” a Portugal, faz sentido no caso das freguesias.

Raul Castro

“Acredito que possa haver redução de freguesias, não acredito que possa haver redução de municípios e, portanto, prefiro esperar”, explicou Raul Castro, citado pela Agência Lusa.

Para o autarca, “do ponto de vista economicista, faz sentido eliminar algumas freguesias, mas, sobre o ponto de vista histórico, já não faz sentido”.

Raul Castro salienta que, no entanto, o que está em causa “é a melhor forma de gerir o país” e admite que se houver diminuição de autarquias locais, “nomeadamente ao nível das freguesias, os resultados podem ser interessantes”.

Quanto à redução de dois por cento dos funcionários das autarquias por ano, prevista no acordo, Raul Castro realça que “infelizmente” muitos municípios já estão a adaptar os quadros às necessidades que têm, para racionalizar os recursos.

Esta semana, ao REGIÃO DE LEIRIA, o presidente da Câmara assumiu que “a falta de liquidez é tremenda” na autarquia, admitindo os salários e os pagamentos à banca podem estar em risco se a crise continuar.

Leia mais sobre esta notícia na edição de 6 de Maio de 2011 do REGIÃO DE LEIRIA.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.