Assinar
Desporto

Jogar no AC Marinhense é jogar com amor à camisola

O passivo do Atlético Clube Marinhense levou a direcção a tomar uma decisão para reduzir despesas e maximizar receitas: os jogadores que, na próxima época, vestirem a camisola listada de preto e branco, vão ter que o fazer gratuitamente.

O passivo do Atlético Clube Marinhense levou a direcção a tomar uma decisão para reduzir despesas e maximizar receitas: os jogadores que, na  próxima época, vestirem a camisola listada de preto  e branco, vão ter que o fazer gratuitamente, ou seja, pelo verdadeiro “amor à camisola”.Em comunicado, o clube, a disputar a III divisão nacional, avançou que não irá  pagar qualquer subsídio aos jogadores e começa agora a estruturar a equipa.

A hipótese estava a ser estudada há algum tempo e acontece no seguimento do projecto que o ACM tem em reduzir as dívidas e melhorar as infra- estruturas, avançando com a construção do relvado sintético ainda este ano.O valor da dívida não foi revelado, todavia, a direcção garante que  quer continuar  a trilhar o futuro do clube, “o qual não pode de maneira nenhuma ser utópico” e hipotecar o clube ou o progresso dos atletas.

“Tendo em conta quer a conjuntura económica adversa que assola o nosso país, quer a pesada herança encontrada, vimo-nos força- dos a tomar  medidas que se tornam essenciais de forma a garantir a sobrevivência do nosso clube”, revela a direcção.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.