Assinar Edições Digitais
Mercado

Transporte de mercadorias cresce 20% na Linha do Oeste

O transporte de mercadorias na Linha do Oeste pela operadora pública CP Carga, incluindo Leiria, cresceu 20% no ano passado, considerando a quantidade de toneladas movimentadas.

O transporte de mercadorias na Linha do Oeste pela operadora pública CP Carga, incluindo Leiria, cresceu 20% no ano passado, considerando a quantidade de toneladas movimentadas.

Foto de Joaquim Dâmaso
Linha do Oeste em Leiria (Foto de Joaquim Dâmaso)

Os principais produtos em circulação são cereais, rações, cimento, carvão, madeira, papel, pasta de papel e areia, além de contentores. Entre os clientes, encontram-se empresas da dimensão da Valouro, Celbi, Selci e Grupo Portucel Soporcel, que utilizam quatro terminais: Leiria, Martingança (no concelho de Alcobaça), Louriçal (Pombal) e Ramalhal.

De acordo com dados fornecidos esta semana pela CP Carga, os comboios da Linha do Oeste movimentaram em 2010 um total de 1.224.127 toneladas, mais 200.220 do que no ano anterior. Embora inferior, este fluxo de mercadorias aproxima-se do registado em 2008, ano em que a facturação ascendeu a oito milhões de euros.

Mais informação na edição em papel de 15 de Julho de 2011.