Assinar Edições Digitais
Cultura

Exposição “A Fábrica” fixa a memória da histórica Olaria de Alcobaça (fotogaleria)

Fundada em 1927 à beira do Coa, a Olaria de Alcobaça, Lda, encerrou em 1988. Hoje está totalmente ao abandono e inspirou a exposição “A Fábrica”, de Jorge Humberto e Aline Duarte.

Fundada em 1927, a Olaria de Alcobaça, Lda, encerrou em 1988. À beira do rio Coa, hoje está totalmente ao abandono e inspirou a exposição “A Fábrica”, do fotógrafo Jorge Humberto e da jornalista Aline Duarte.

"A Fábrica" está patente até 4 de Dezembro no Atelier 19, em Alcobaça

Situada na cerca conventual do Mosteiro de Alcobaça, a Olaria foi fundada por Silvino Ferreira da Bernarda, António Vieira Natividade e Joaquim Vieira Natividade.

Para o espaço foi anunciado um projecto que não prevê o aproveitamento da característica fachada do edifício, a primeira fábrica do género em Alcobaça, por onde passaram gerações de trabalhadores.

Antes do seu desaparecimento, Jorge Humberto Ricardo e Aline Duarte lançaram-se no desafio de fixar um pouco da memória da fábrica: o fotógrafo registou imagens da Olaria e sua envolvente, sugerindo uma reflexão sobre o desenvolvimento da cidade, e ambos registaram testemunhos de antigos colaboradores e do filho de um dos fundadores, João da Bernarda.

O resultado é “A Fábrica”, patente até 4 de Dezembro no Atelier 19, em Alcobaça.

Veja uma amostra da exposição, numa fotogaleria ilustrada com algumas declarações das pessoas ouvidas para este projecto. Oiça também a entrevista com Jorge Humberto Ricardo (no leitor debaixo da fotogaleria):



(música: “Stam”, Moustache)