Assinar
Sociedade

Pavilhão do Arrabal perde piso de madeira devido a cortes orçamentais

A Leirisport já não vai substituir o piso do pavilhão do Arrabal por um de madeira, nem comprar um veículo elétrico para o parque de campismo da Praia do Pedrógão, instalar ali um sistema de videovigilância ou reformular o sistema de saída de emergência.

A Leirisport já não vai substituir o piso do pavilhão do Arrabal por um de madeira, nem comprar um veículo elétrico para o parque de campismo da Praia do Pedrógão, instalar ali um sistema de videovigilância ou reformular o sistema de saída de emergência.

Foto de arquivo

Também não vai adquirir material didático ou desportivo para as piscinas e pavilhões municipais, melhorar o sistema de acesso na piscina de Leiria, comprar uma caldeira/misturadora para o centro de lançamentos ou um poste de competição de voleibol para o pavilhão do Souto da Carpalhosa.

As pinturas previstas em alguns equipamentos desportivos ou a simples aquisição de mangueiras e torniquetes ficam também este ano sem efeito.

A decisão foi assumida na passada semana pela Câmara de Leiria, que aprovou, com a abstenção dos vereadores do PSD e António Martinho, a revogação do contrato que havia celebrado, em março, com a Leirisport para a aquisição de equipamentos e intervenções de beneficiação em 2012. Em causa está uma poupança de cerca de 158 mil euros, que a autarquia justifica com “os constrangimentos orçamentais atuais” e “as regras de contenção de despesas e anulação de investimentos impostas às autarquias locais”.

Daquele montante, 65 mil euros destinavam-se ao pavilhão do Arrabal.

Martine Rainho

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.