Assinar
Mercado

O melhor pão do mundo e outros negócios que sorriem na crise

Só em julho foram criadas 85 novas empresas no distrito de Leiria. Conheça quatro projetos que nasceram em contraciclo e estão a dar-se bem no meio da tempestade.

Desde que chegaram a terras portuguesas, Ye Bo e Zing Aidin viram a sua China natal transformar-se numa economia vibrante, enquanto o nosso país entrava numa espiral de empobrecimento cada vez mais profunda.

Zing Aidin e Ye Bo acabam de abrir o primeiro restaurante kaiten japonês de Leiria

Nada que lhes roube o sorriso – os dois empresários acabam de investir no primeiro restaurante kaiten japonês de Leiria, um espaço com refeições rápidas a partir de 4,90 euros e o típico tapete rolante que transporta os diversos pratos da ementa até ao cliente.

Para trás fica Lisboa, onde a família explora uma loja de roupa. O futuro é o Leiria- Shopping e a marca Sushi Bo, que esperam replicar noutras regiões logo que possível. O preço, sobretudo na modalidade buffet, desde 7,90 euros ao almoço, é um dos trunfos para abrir o mercado.

“Fica muito mais barato do que um restaurante japonês normal e a pessoa pode comer tudo o que quiser”, salienta Ye Bo.

Só no mês de julho, até à data, foram constituídas 85 novas empresas no distrito de Leiria, de acordo com a consultora Informa D&B.

Mesmo no atual ciclo económico, continuam a existir sinais de esperança. Projetos que nasceram e cresceram na crise e promotores que olham o futuro com otimismo.

Leia a reportagem na íntegra na edição de 24 de agosto de 2012.

Cláudio Garcia
claudio.garcia@regiaodeleiria.pt

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.