Assinar
Sociedade

Detido grupo suspeito de assaltos em Alvaiázere

Cinco homens e duas mulheres, suspeitos de assaltos uma agência bancária e uma residência em Alvaiázere, foram detidos pela Polícia Judiciária de Coimbra. Quatro deles aguardam julgamento em prisão preventiva.

Cinco homens e duas mulheres, suspeitos de assaltos uma agência bancária e uma residência em Alvaiázere, foram detidos pela Polícia Judiciária de Coimbra. Quadro deles aguardam julgamento em prisão preventiva.

O grupo é suspeito de um violento e proveitoso assalto a um banco em Alvaiázere, ocorrido a 30 de outubro e que provocou ferimentos em quatro funcionárias. Uma delas – a gerente do banco, uma mulher de 52 anos – está entre o grupo de pessoas detidas pela PJ, noticiou o Correio da Manhã. A gerente bancária é mãe de uma mulher residente em Ansião, também ela detida, e que se julga ser a cabecilha do gang.

De acordo com a PJ, existem “forte indícios” de que o grupo seja também responsável por um roubo com sequestro, que aconteceu em Alvaiázere, na noite de 11 de fevereiro. As vítimas são um casal com um filho menor, sobre quem os assaltantes “exerceram coação física e psicológica durante várias horas” e a quem retiraram “dinheiro, joias e um veículo, que depois incendiaram”.

Os alegados assaltantes têm idades compreendidas entre os 31 e os 54 anos e foram detidos no âmbito de uma “vasta operação” que a PJ desenvolveu nas zonas de Ansião, Fundão e Vialonga.

No decurso da investigação, foram apreendidos vários automóveis e armas de fogo, dezenas de munições, telemóveis, disfarces, joias, dinheiro, uma quantidade significativa de produtos estupefacientes, balanças de precisão, uma prensa e outros artigos relacionados com o tráfico destes produtos, acrescenta a PJ, em comunicado.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.